Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores!

“Posso mudar minha vida pela mudança de atitude. Aquele que não deseja espinhos não deve tentar colher flores.”

– Henry David Thoreau

Receita de bolo para viver uma vida com o menor grau de dificuldade possível: fique onde está. Fique estagnado. Não tenha sonhos. Renuncie às suas ambições. Corte seus desejos. Não tente uma vida melhor.  Afinal, como bem disse Thoreau, se você quiser algo melhor para sua vida, representada metaforicamente pela colheita de flores, você deve encarar os espinhos que surgirão ao longo da jornada. Da sua jornada.

Para acrescentar valor à sua vida, você precisa adquirir certo tipo de habilidade, e tais habilidades precisarão ser testadas em algum nível, para que você tenha ganhos. Em outras palavras: você precisa encarar os desafios que lhe são propostos, se quiser algo que promova sua qualidade de vida e/ou seus desejos mais profundos. Sem testes, sem provações, não há como saber se você de fato tem as virtudes e dons que julga ou julgou ter pelos anos/meses/dias de preparação.

Você dirige um carro. Mas você só dirige um carro porque você aprendeu a dirigir. E, durante o processo de aprendizado, passou por uma série de erros e acertos, tentativas de engatar a marcha correta, de fazer a manobra mais apropriada no estacionamento, de controlar a embreagem em subidas etc. Ou seja, você passou por alguns espinhos. E a recompensa está aí, na sua capacidade de dirigir e controlar um veículo. Você passou por testes, e esses testes exigiram de você concentração, fluxo e prática das habilidades necessárias na condução do veículo.

Você trabalha numa empresa ou órgão público. Mas você só está trabalhando no seu atual local de trabalho porque você teve que se submeter a provas, sejam elas através de análise de currículos/entrevistas, sejam elas materializadas por meio de concursos públicos. E tanto num quanto no outro caso, você teve que se preparar: focar sua atenção para atingir o resultado final, que é o emprego no cargo desejado, e sacrificar horas de seu precioso tempo para o estudo. E é provável que você tenha passado por um bocado de espinhos antes de finalmente colher as flores do seu trabalho atual. Você não recuou. Você aceitou o desafio de ser testado. Mais do que isso, você venceu esse teste.

Você lê esse blog. Mas você só está lendo esse artigo porque alguém, lá em algum ponto do seu passado, numa sala de aula, esteve disposto a te ensinar o alfabeto, a fazer esses sinais gráficos e lingüísticos adquirirem significado e contexto. Mas de nada adiantaria um(a) professor(a) bem intencionado(a) se não houvesse da parte de você a vontade e o empenho de aprender a ler o que estava contido no papel, no outdoor, no jornal, na revista. Foi um teste verdadeiramente desafiador, cheio de espinhos que poderiam fazê-lo desistir da empreitada. E você tinha só 5/6 anos de idade! Não só aceitou esse desafio, como o venceu, e hoje está aqui lendo esse artigo.

E agora? O que você quer conquistar a mais em sua vida? Quais são os seus próximos desafios? Saiba que, para conquistá-los, será preciso enfrentar alguns espinhos, se quiser colher as flores douradas da vitória. Você está disposto a encará-los?

Conheço muita gente que abdicou de condições melhores de vida porque não estava a fim de enfrentar os espinhos. Enxergava apenas o tamanho do espinho, achando que ele era muito maior do que a da sua flor, e assim, ofuscado por uma visão errada do campo – na verdade uma visão errada da própria vida – abandonou a caminhada. Como conseqüência, ficaram longe de colher as flores que a vida estava lhe reservando. O espinho doeu.

Mas também conheço muita gente que queria porque queria colher essas benditas flores. Não se importaram com os espinhos que estavam no caminho até lá – até porque eles sabiam que tais espinhos eram – e sempre serão – apenas temporários – e hoje desfrutam de uma vida muito melhor. Esses enxergaram o tamanho do espinho, viram e não se assustaram, porque sabiam que o tamanho da sua flor, do seu sonho, da sua colheita, era mil vezes maior, e compensava qualquer sacrifício, inclusive o de superar algumas pedrinhas de areia que estavam no meio do caminho. Esses estão não só com as flores da vitória, como também saíram desses testes mais fortes e mais fortalecidos, uma vez que é através de desafios que exercitamos nossas forças e virtudes. O espinho doeu, mas a colheita da flor, que é duradoura e fica para sempre, alegrou muito mais.

Que tipo de pessoa você deseja ser: aquele que recua, e foge dos espinhos como quem foge das dificuldades, ou aquele que avança, e as encara de frente determinado a colher o que a vida tem de melhor? 😉

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

,

17 Responses to Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores!

  1. Lauro Valente 30 de setembro de 2010 at 7:24 #

    Cara, tive que sair do Google Reader para vir aqui elogiar o texto!
    Fantástico texto! Fantástico!

    Algumas contribuições de leitura:

    http://papodehomem.com.br/teste-qual-tipo-de-zumbi-voce-e/
    http://www.uni-yoga.org/blogdoderose/uni-yoga_arquivo_derose/vamos-criatura/
    http://lauro.valente.eng.br/blog/2006/10/em-busca-da-minha-causa/
    http://lauro.valente.eng.br/blog/2009/07/acorda-pra-vida-tome-as-redeas-daquilo-que-voce-chama-existencia/

    Abraços e continue com o blog! É sempre um alento ler o que você escreve!

  2. Jônatas 30 de setembro de 2010 at 10:25 #

    Texto para ser lido, relido e lido de novo.

    Parabéns Guilherme.

    Abraço
    Fica com Deus!

  3. Os Segredos do Sucesso Financeiro 30 de setembro de 2010 at 11:18 #

    Ola, vi que seu blog tem o mesmo tema do meu livro. Gostei do artigo tb. Mto bom.

  4. David 30 de setembro de 2010 at 21:51 #

    Esse pegou na veia. O combustivel que eu estava precisando hoje.
    Abraços,

  5. Willy Fog 1 de outubro de 2010 at 9:59 #

    Este texto me fez lembrar do Arquivo de Riqueza número 9 do livro “Os Segredos da Mente Milionária”:
    .
    “O segredo do sucesso não é tentar evitar os problemas nem se esquivar ou se livrar deles, mas crescer pessoalmente para se tornar maior do que qualquer adversidade.”
    .
    Abcs

  6. Guilherme 2 de outubro de 2010 at 15:57 #

    Lauro, grato pelas palavras! 😀 E ótimos os links que vc postou tb!

    Jônatas, Os segredos, David e Willy, obrigado!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  7. Lauro Valente 17 de novembro de 2010 at 20:46 #

    Mais um… Agora um link-vídeo:
    http://www.youtube.com/watch?v=8FTEvbsnyU0&feature=player_embedded

    Abraços

  8. Guilherme 17 de novembro de 2010 at 21:30 #

    Lauro, espetacular esse vídeo! São vídeos assim que fazem o YouTube valer a pena.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  9. Rosana 23 de março de 2014 at 13:03 #

    Guilherme,

    Mais um excelente texto, com exemplos muito bons. Da maneira como colocou, impossível não captar a essência da mensagem! 🙂
    Muitas vezes nos acomodamos na zona de conforto e depois ficamos frustrados por nossa vida estar estagnada…

    Onde eu trabalho, eram disponibilizados cursos virtuais Catho. A maioria das pessoas nunca se interessou, alguns fizeram por fazer. Eu fiz vários, aprendi muitas coisas novas e posso dizer que somente algumas foram úteis, mas valeu a pena.
    Agora foi mudado para outro, chamado Universidade Virtual. Os logins foram distribuídos essa semana, e no mesmo dia eu já entrei no site e me cadastrei no primeiro curso, o qual estou gostando bastante. Chama-se Alcançando e Administrando o Sucesso, o qual começou com o assunto da resiliência.
    Vi que há uma lista grande de cursos, de cara me interessei por vários, mas infelizmente sei que a maioria das pessoas que trabalham comigo sequer entrarão no site para conhecer como funciona.
    Se quisermos chegar a algum lugar, sair do mesmo, temos que nos esforçar.
    Claro que espinhos sempre existirão, mas precisamos nos lembrar de que sem espinhos, não esperemos colher flores, como disse Thoreau na excelente frase que usou no início desse post.

    Gostei muito do site do Mauro Valente, eu não conhecia.
    Depois verei o video por ele indicado, que pelo seu comentário deve ser ótimo. 🙂

    Abraços!

    • Guilherme 25 de março de 2014 at 16:53 #

      Oi Rosana, obrigado!

      O exemplo prático dos cursos disponibilizados no seu local de trabalho é emblemático da situação retratada no texto: vencer testes, adquirir habilidades e ficar mais forte requer superar as barreiras da inércia, do comodismo, da falta de vontade. Os cursos estão aí, mas somente um seleto grupo de pessoas (dentre as quais está você) conseguirá aproveitar bem esse conteúdo adicional.

      Infelizmente o vídeo que o Lauro postou não está mais disponível. Tomara que volte a ser postado. 🙂

      “Se quisermos chegar a algum lugar, sair do mesmo, temos que nos esforçar.”

      Perfeita essa frase!

      Abç

      • Rosana 26 de março de 2014 at 12:46 #

        Uma pena o video não estar mais disponível.
        De qualquer forma, comecei a ler o site do Lauro, muito bom o que ele escreveu. Uma pena o site também não ser atualizado há alguns anos, mas o conteúdo que tem lá é muito bom, a leitura está valendo a pena! 🙂
        Abraços,

        • Guilherme 27 de março de 2014 at 21:56 #

          Sem dúvida, Rosana, o bom de conhecimento de alta qualidade é que ele nunca tem prazo de validade. 🙂

          Abç

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention Valores Reais » Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores! -- Topsy.com - 30 de setembro de 2010

    […] This post was mentioned on Twitter by Lauro Wolff Valente, Lauro Wolff Valente. Lauro Wolff Valente said: Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores! http://migre.me/1rizD […]

  2. Lauro Wolff Valente - 30 de setembro de 2010

    Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores! http://migre.me/1rizD

  3. Lauro Wolff Valente - 30 de setembro de 2010

    Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores! http://migre.me/1rizG

  4. Luana Zambiasi - 30 de setembro de 2010

    RT @Lauro_Valente: Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores! http://migre.me/1rizG

  5. Faça-o com foco e seja feliz | Lauro Valente - 18 de abril de 2011

    […] Não quer espinhos em sua vida? Então não tente colher flores. […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes