Como adquirir e manter hábitos de forma eficaz: a técnica dos lembretes no celular

Todos nós temos grandes sonhos a realizar, metas a cumprir, desejos a se materializar.

Para implementarmos mudanças duradouras em nossas vidas, precisamos, muitas vezes, agir de forma consistente durante vários dias, semanas, meses e até anos. Todo grande sonho realizado é fruto, na maioria das vezes, do trabalho árduo que foi se materializando dia após dia, ação após ação, de modo gradual e rotineiro.

Ter hábitos consistentes assume, dentro desse contexto, papel fundamental para a realização de nossos sonhos.

Já discorremos sobre esse assunto em algumas oportunidades aqui no blog:

Porém, o texto de hoje se dirige ao cerne prático da questão do hábito, com uma pergunta bem franca: como adquirir e manter os hábitos de forma eficaz?

Há várias maneiras e métodos que podem ser utilizados para fazer com que um determinado comportamento se torne rotina no seu dia-a-dia, mas hoje eu quero dedicar esse texto à explanação de uma estratégia que está ao alcance de todos, e que tem funcionado bem na formação de meus próprios hábitos: a técnica dos lembretes no celular.

Já que o celular vive conosco praticamente em horário integral, por quê não utilizá-lo como uma ferramenta para auxiliar na construção de nossos hábitos?

Muitas vezes, lemos livros sobre a importância dos hábitos, assistimos palestras e vídeos que destacam que uma vida de bons hábitos é fundamental para ter mais qualidade em nossas ações, lemos artigos em blogs que confirmam tudo isso, mas… dali a uma semana esquecemos disso tudo, ou ficamos simplesmente nos perguntando: “tá, legal, entendi que os hábitos são importantes, mas por onde começar?”

O segredo, no caso da estratégia que proponho aqui, consiste, fundamentalmente, naquele velho princípio de “tirar as coisas da cabeça e colocar no papel”.

É muito legal você refletir e tomar consciência da importância da construção de hábitos positivos na sua vida, e é de suma importância você ter essa mentalidade incorporada ao seu acervo cerebral. Mas só isso não é suficiente.

É preciso que você se valha de elementos externos a você para partir para o campo das ações, e é exatamente aqui que entra a função do celular.

Seja qual for o comportamento que você deseje que se torne um padrão em sua vida, estabeleça lembretes no celular para avisá-lo do cumprimento de suas ações.

Por exemplo, se você quer se impor uma auto-disciplina naquele curso EAD no qual você tem dificuldades de estudar dia-após-dia, coloque um alarme todos os dias, digamos, às 19:00, com o seguinte compromisso: “Estudar Curso EAD”.

Se você quiser sair do sedentarismo, e colocar em prática a promessa de Ano Novo (que ainda não cumpriu…), de ir três vezes por semana à academia, implante três novos compromissos semanais na agenda de seu celular, às segundas, quartas e sextas, com o compromisso “Frequentar Academia por 45 minutos”.

Se você pretende pôr em prática aquele objetivo de acordar às 5:35 da manhã, sem pestanejar, então coloque um alarme para soar no seu celular às 5:30, e o deixe afastado pelo menos 2 metros da cama, para você ser obrigado a se levantar a fim de parar de tocar a música do alarme.

Há, por evidente, outros meios que você pode utilizar para funcionarem como lembretes, tais como a agenda de papel, um calendário fixado na parede, post-its colados perto da tela do seu monitor…

Mas os celulares têm a vantagem de estarem com você praticamente full time, mesmo quando eles não podem ser utilizados para atender ligações, como durante os voos de avião e o despertar do dia.

Conclusão

Aristóteles Excelência

Se você tem dificuldades em iniciar a formação de um novo hábito, ou está sem auto-disciplina suficiente para desenvolvê-lo, utilizar ferramentas de apoio que o façam “lembrar”, dia após dia, de tomar determinado comportamento pode efetivamente te ajudar nessa importante missão.

Essas ferramentas de apoio, embora te ajudem a formar novos hábitos, não são, por si sós, suficientes para tal finalidade, pois a decisão final, sobre cumprir ou não a tarefa, cabe a você. Daí a importância de você cumprir os acordos consigo mesmo, conforme eu destaquei em outro artigo:

“O importante, na delicada arte de cumprir os compromissos consigo mesmo, é você criar um forte senso de responsabilidade em sua consciência, de modo que a violação de uma tarefa represente um pesado fardo em sua mente, ainda que não haja maiores consequências no plano externo.”

Hoje em dia, com tantos apps disponíveis no celular para roubar nossa atenção, dispersar nosso foco e fragmentar nossa concentração, às vezes é preciso de “lembretes” como o texto desse post para nos fazer, com o perdão da redundância, “relembrar” que às vezes as funções mais básicas do celular são as que podem concretamente ajudar a transformar nossas vidas. 😉

Print Friendly, PDF & Email

28 Responses to Como adquirir e manter hábitos de forma eficaz: a técnica dos lembretes no celular

  1. Edilson 15 de junho de 2015 at 10:04 #

    Bom dia, já adicionei dois lembretes numa paulada só vamos ver se dá certo te conto o resultado daqui há um mês.

    • Guilherme 15 de junho de 2015 at 14:42 #

      Ótimo, Edilson, depois reporte pra gente os resultados.

      Abç!

  2. Carlos Manoel Marques 15 de junho de 2015 at 10:51 #

    Guilherme,

    Muito boa essa dica! Como sou do tempo do Compaq IPAQ, ao surgir os smartphones foi automática, para mim, a continuidade deste hábito! 🙂 No meu ver a ferramenta agenda é um dos recursos mais importantes dos celulares de hoje.

    Gostei da dica de, quando usado como despertador, colocar o smartphone a uma distância “segura” para que force-nos a levantar para resetar o alarme! rsrs

    Grande abraço e ótima semana! 🙂

    • Guilherme 15 de junho de 2015 at 14:43 #

      Olá Carlos, obrigado!

      Realmente, quem já lidava bem com a tecnologia dos pesados PCs de outrora conseguiu certamente uma transição fácil para o mundo dos dispositivos móveis. 😀

      E quanto à dica da distância segura do celular para despertar, foi o que definitivamente resolveu meu problema de “preguiça” ao acordar……rsrsrs

      Boa semana também! 😀

      Abç!

  3. Diego 15 de junho de 2015 at 12:16 #

    Parabéns!! Ótimo post! Temos uma ferramenta poderosa na mão e não utilizamos um recurso nativo para nos deixar sempre nos “trilhos”. Boa sacada!! Vou colocar em prática.

    Abraços

  4. Murilo 15 de junho de 2015 at 13:52 #

    Uso para tudo a agenda do celular!
    Para mim é o melhor método (testei diversos outros e não me acostumei) até porque deixo o celular por perto, apesar de não ficar constantemente olhando ele (coloco aviso sonoro pra me lembrar)
    O fato de tirar os compromissos da cabeça é um alivio, assim não se tem a pressão de estar o tempo todo relembrando dos compromissos
    Para quem não usa, recomendo!

    • Guilherme 15 de junho de 2015 at 14:44 #

      Olá Murilo, concordo, é um método simples, mas poderoso e extremamente eficaz!

      Abç!

  5. Weis Aguiar 15 de junho de 2015 at 14:17 #

    Para quem teve a necessidade de sincronizar a agenda de compromissos do Outlook com a agenda do Google, aqui vai uma boa ferramenta gratuita:

    http://www.pppindia.com/calendar-sync/

    Utilizo a versão v2.9.4.0, sincronizando a agenda do Oulook com a agenda do Google, mas é possível também sincronizar no sentido contrário.

    Abraços a todos!

    • Guilherme 15 de junho de 2015 at 14:45 #

      Excelente dica, Weis, não conhecia esse app!

      Abç!

  6. David Durigan 15 de junho de 2015 at 19:41 #

    Hoje um dos melhores programas para lembretes é o evernote (claro que existem muitos outros bons).
    O que acho importante é diferenciar um agendamento, e ai a agenda do google é quase perfeita, de um lembrete. Quando temos um compromisso com hora marcada, como nos exemplos do texto, acredito que devemos considerar como um compromisso agendado. Um lembrete eu entendo como uma tarefa que tenho que fazer e que não tem uma hora definida (mas tem que ser feita).
    Parabéns pelo blog e um grande abraço!

    • Guilherme 16 de junho de 2015 at 20:11 #

      Ótima distinção, David!

      Concordo com você sobre essa distinção.

      Também considero o Evernote um dos melhores programas para lembretes. Outro que vale a pena citar é o Wunderlist.

      Abç e obrigado!

  7. Daniel (Meu Dinheiro, Minhas Regras) 17 de junho de 2015 at 17:45 #

    Boa pedida, Guilherme!
    Eu recomendaria ainda o excelente livro “O Poder do Hábito”.
    Outa maneira ainda mais eficiente é você pedir para outra pessoa setar os alarmes no celular DELA. Assim você se compromete com alguém e não vai simplesmente desligar o alarme quando ele tocar e você não estiver a fim de ir pra academia 😉

    • Guilherme 17 de junho de 2015 at 18:45 #

      Oi Daniel, excelente essa ideia de assumir compromissos com outra pessoa! “-D

      E esse livro também é muito recomendado!

      Abç!

  8. Bruna 18 de junho de 2015 at 11:49 #

    Excelente texto! Essa semana ainda escrevi no blog obre nos autossabotarmos… Adorei a dica do celular. Eu costumo usa-lo como agenda… tudo o que faço anoto la! A agenda de papel por vezes esquecemos, mas no celular, como andamos com ele pra tudo quanto é canto, é mais fácil!

    Abraço!

  9. Investidor Internacional 19 de junho de 2015 at 12:40 #

    Eu comecei recentemente a colocar tudo na agenda do celular.

    Inclusive tem um widget que já mostra o próximo compromisso com a data e hora.

    Hoje é dia há tantos compromissos, tantas informações, que precisamos usar as ferramentas que a tecnologia nos proporciona para facilitar o dia-dia.

    Abçs!

    • Guilherme 20 de junho de 2015 at 13:24 #

      COncordo, II, ferramentas auxiliares nos ajudam a aliviar a mente, otimizando o uso de nosso potencial cerebral.

      Abç!

  10. Vanessa 23 de junho de 2015 at 8:06 #

    Ótimo post, Guilherme!
    Verdade, funções e aplicativos extremamente simples são com frequência os que podem trazer resultados mais efetivos para a nossa vida. Imagino que a dica do lembrete do celular pode ser ótima para algumas pessoas. Para mim, funcionou melhor a agenda de papel mesmo. Mas, o princípio é igual.

    Recentemente, depois de muitas tentativas frustradas de incorporar novos hábitos, descobri o que funciona melhor para mim:
    – Incorporar apenas 1 hábito novo por vez. Só depois que o hábito em questão já “cristalizou” na rotina, eu tento incorporar um outro novo hábito;
    – É melhor colocar o novo hábito na parte do dia em que estou com mais energia, mais produtiva (para mim, é a parte da manhã).
    – Prefiro usar agenda de papel para listar as atividades do dia e o novo hábito a ser incorporado. Percebi que o lembrete de celular só me fazia lembrar do hábito quando ele tocava… aí, eu já estava envolvida com outra atividade e era difícil se desvencilhar. Para mim, funciona melhor deixar a agenda aberta o dia inteiro e estar sempre visível o próximo passo do dia. E também tem a sensação gostosa de riscar um item que foi cumprido! Assim, tenho o registro de como foi o dia e, depois, posso fazer a avaliação da semana com suas conquistas e coisas que precisam melhorar. 😉
    Abraços,

    • Guilherme 23 de junho de 2015 at 21:35 #

      Olá Vanessa, excelente depoimento!

      Gostei bastante do uso eficiente que você faz para a agenda de papel, bem como para os comportamentos automatizados para incorporação de novos hábitos.

      Uma das coisas que mais senti falta na transição do papel para o celular foi justamente essa sensação de riscar o compromisso cumprido. Ela foi substituída pela eliminação (delete) do compromisso.

      Concordo que a sensação de riscar um item que foi cumprido é muito boa!

      Também é muito legal sua dica de incorporar o hábito novo na parte do dia em que você está com mais energia. Isso facilita bastante a incorporação de novos hábitos!

      Abç! 😀

  11. Thiago Dias Quintino 24 de junho de 2015 at 5:11 #

    Grande Guilherme.Sempre com conteúdo de altíssima qualidade…

    Andei um pouco sumido, por conta de alguns problemas de saúde, mas agora estou firme..

    Eu gostei muito do seu artigo. Sabe eu já tenho feito isso há alguns meses e tem dado muito certo viu. Estou utilizando também o celular para tomar algumas notas durante o dia-a-dia, quando não tenho agenda do lado.

    Incorporar esse hábito deu uma organizada legal na minha vida. Um dos recursos que tenho utilizado com uma certa frequência também e o bloco de notas. Lá tomo nota de todos os gastos realizados durante o dia. Ao chegar em casa eu transfiro para a minha planilha financeira.

    Estou conseguindo utilizá-lo como um aliado. Aparece lá companheiro no Educar Finanças. Tenho umas coisas bem legais lá…

    Um grande abraço amigo…

    • Guilherme 25 de junho de 2015 at 19:23 #

      Opa, amigo Thiago, é sempre um prazer receber um comentário seu aqui no blog! 😀

      Que bom que a técnica do agendamento de compromissos tenha dado certo em sua vida! Gostei também da forma como você utiliza o bloco de notas, me parece um sistema bem eficiente de organizar a vida financeira!

      Parabéns pelos artigos escritos no Portal Educar Finanças, que sempre recomendo a todos! E fico feliz que tenha voltado com força total, e que os problemas de saúde tenham sumido.

      Um forte abraço!

  12. Douglas 12 de agosto de 2015 at 13:24 #

    Eu uso meu celular para praticamente tudo hoje em dia. Estou delegando cada vez mais coisas para ele.
    – Remédios a serem tomados (os remédios ficam em uma caixa com etiquetas NFC em cima. Ao tomar o remédio basta passar o celular na etiqueta correspondente. Fica simples e fácil)

    – Atividades a serem executadas, como academia, clube, caminhada. (30 minutos antes da academia, por exemplo, recebo uma notificação para cada coisa que devo levar, como água, lente de contato, kimono, etc. Assim não esqueço nada nem perco tempo tentanto lembrar tudo o que precisa).

    – Manutenção do automóvel (por tempo e Km)

    – Registro de sono (o celular sabe o horário que devo dormir baseado nas avaliações que dou para o sono ao acordar e então toca um som bineural 5 minutos antes de dormir para que eu já comece a ter mais sono. Ao acordar toca um som isothronico para ajudar a despertar)

    – Diariamente recebo uma mensagem que eu mesmo escrevi em anotações de livros. Ou seja, coisas que li em livros sobre comportamento que ajudam a criar bons hábitos, mas que anteriormente ficam guardadas num caderno, mofando. Agora sou lembrado semanalmente, 1 diferente por dia. Hábitos como ter gratidão, paciência, citações, etc.

    • Guilherme 15 de agosto de 2015 at 11:30 #

      Douglas, excelentes exemplos!

      Vejo que você usa técnicas que considero bastante avançadas para gerenciar sua vida através dos lembretes.

      Não sabia da utilidade das etiquetas NFC, e dos sons bineurais e isothronicos. Vou procurar mais informações a respeito.

      Abç!

  13. Bruno Pinna 19 de agosto de 2015 at 23:30 #

    Oi Guilherme, primeiramente essa hábitos são essenciais, também achei super bacana que você dá uma grande força pro pessoal todo 🙂

    Super 10

  14. Raul 24 de agosto de 2015 at 16:10 #

    Eu tinha anotações detalhadas do que preciso fazer em determinados momentos do dia como: ao acordar, chegando no trabalho, fim do expediente, chegando em casa e antes de dormir.
    Eram sequências de tarefas como um passo-a-passo (acordar, tomar banho, por a roupa para lavar, etc) para assumir hábitos específicos sem perder tempo.
    Infelizmente, papel é ruim de manusear. Sei que o texto não foi exatamente sobre isso, mas a partir de agora vou usar essa lista no “lembretes” do iPhone.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Leituras da semana | Frugalidades - 20 de junho de 2015

    […] ♥ Como adquirir hábitos com ajuda dos lembretes de celular […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes