Cerque-se de pessoas melhores do que você

A vida é feita de relações. Nenhuma pessoa é uma ilha. Fomos concebidos para evoluir, não apenas do ponto-de-vista coletivo, como componentes da raça humana, cuja inteligência vai se aprimorando com o decorrer dos séculos; mas principalmente da perspectiva individual, como seres viventes que precisam uns dos outros para crescer, se desenvolver e deixar um legado útil para os que vivem e os que ainda irão nascer.

E, para tirar o máximo proveito do que a vida tem a nos oferecer, é preciso criar uma rede – ou várias redes – de relacionamentos saudáveis, tanto na seara estritamente familiar quanto na de trabalho e negócios, pois são nessas redes que nos apoiamos e buscamos solução para a cura de nossos problemas, conquista de nossas metas pessoais e profissionais, e o conforto em momentos de aflição e tristeza.

Relacionamentos

Por isso, se você quiser melhorar como pessoa, não basta apenas adquirir alto grau de conhecimento em sua área de atuação, ter múltiplas habilidades intelectuais ou fortalecer seu corpo físico e emocional. É preciso mais, é preciso se cercar de pessoas que são melhores do que você, a fim de que você próprio(a) aprenda com elas, as imite em suas qualidades e se torne, você próprio(a), um referencial para outras pessoas que talvez se espelhem em você para melhorar a vida deles.

Você já reparou como é ruim conversar e conviver com pessoas negativas e que só reclamam da vida 99% do tempo? Basta olhar para a vida delas para perceber que elas entraram num círculo vicioso, pois, por não conseguirem muita coisa na vida, acabam culpando os outros pela situação em que se encontram. E essa energia negativa é contagiante e paralisante, pois inibe quem está ao seu redor de sequer dar conselhos ou orientações para esses “pessimistas de plantão”, os quais recusam qualquer tipo de aconselhamento.

O resultado disso tudo é que, justamente por não agirem, em função de sua inércia, essas pessoas acabam gastando seu precioso tempo espalhando negatividade por onde passam. Você certamente conhece pessoas assim, que podem estar infiltradas em seu grupo familiar, de amigos, ou de trabalho. E é péssimo ter que lidar com esse tipo de situação, pois você sabe que desse tipo de convivência você não extrai quase nada de positivo.

Por outro lado, você já reparou como é contagiante estar ao lado de pessoas de sucesso, que vivem ou viveram uma vida cheia de vitórias, seja na vida profissional – consolidando empresas, fazendo trabalhos de excelência em sua área de atuação, resolvendo problemas aparentemente insolúveis etc. -, seja na vida pessoal, vencendo doenças, superando traumas ou construindo famílias bem estruturadas?

Eu simplesmente adoro estar ao lado desse último tipo de pessoas, pois, em 99% dos casos, são pessoas que vivenciaram situações muito complicadas na vida (muito mais complicadas do que a minha), mas, graças a muito esforço, dedicação, disciplina e força de vontade, deram a volta por cima e são reconhecidas, por onde passam, como referenciais de algo tipo. Como exemplos.

Assim, “pessoas melhores do que você”, no contexto desse artigo, são pessoas que possuem alguma qualidade que você ainda não possui, mas almeja possuir. Pode ser que você queira ser um pai melhor, então quer se espelhar em colegas que você considera que são melhores nessa “profissão” de pai. Pode ser que você esteja estudando para um concurso, e quer imitar as táticas e técnicas daquele seu colega que já conseguiu a aprovação. Pode ser aquele aposentado(a) do mercado financeiro ou de outra profissão não financeira, que construiu uma sólida carteira de investimentos ou um bom legado material e imaterial, que você pretende imitar para também ter uma vida pós-aposentadoria tranquila.

Pode ser aquele rapaz que economiza, poupa, investe e vive muito bem, e você se pergunta como isso é possível, pois deseja também ter um padrão de conduta financeira semelhante. Ou pode ser simplesmente aquela pessoa que, por onde passa, irradia energia e consegue se relacionar bem até com desconhecidos, e você anseie por ter também esse tipo de qualidade, que considera indispensável possuir, seja lá por qual motivo.

São nessas pessoas que você deve “colar”, pois elas ensinam e inspiram apenas pelo exemplo.

“A palavra ensina, mas o exemplo arrasta”.

Mantenha contato constante com elas. Converse com elas. Troque emails constantemente. Leia o que elas escrevem (ou escreveram), adquira o produto que elas criaram ou o serviço que elas prestam, ouça o que elas dizem, veja o que elas fazem (ou fizeram).

O ser humano, por algum mecanismo neurobiológico ainda não completamente esclarecido, aprende muito por imitação, e isso não ocorre apenas na infância, mas se prolonga por toda a idade adulta e o resto da vida da pessoa. Temos circuitos cerebrais especialmente criados para desenvolver a aprendizagem por imitação. Logo, tire proveito dessa função biológica especialíssima que existe dentro de você para melhorar a sua própria vida: crie um ambiente onde você possa estar em constante contato com pessoas que são melhores do que você.

Nunca desperdice a oportunidade de aprender mais com pessoas assim, principalmente com pessoas que têm mais idade do que você, pois a experiência acumulada por essas pessoas transmitem valiosas lições de sabedoria que ultrapassam as fronteiras do tempo e não têm data de validade. São lições de vida atemporais e perenes.

Essa simples atitude de se cercar de pessoas melhores fará com que sua vida dê um salto de qualidade, pois é impossível não aprender pelo (bom) exemplo. 😀

Tenha uma excelente semana!

Créditos da imagem: Free Digital Photos

Print Friendly, PDF & Email

20 Responses to Cerque-se de pessoas melhores do que você

  1. Rosana 6 de abril de 2015 at 10:11 #

    Guilherme,

    Ótimo post para o início da semana! 🙂
    Eu convivo com pessoas de ambos os tipos (mais do lago negativo, infelizmente) e percebo que as que se deram bem na vida são aquelas que fazem acontecer, que têm planos e projetos independentemente da situação econômica do país, que querem crescer, aprender cada vez mais, se desenvolver.
    A energia que emanam é a da ação enquanto a energia emanada pelos mais negativistas é a da estagnação, como o Harry do desenho (oh vida, oh céus, oh azar).
    Como você disse, o exemplo arrasta: parece que as pessoas mais otimistas nos empurram para a ação enquanto as negativas nos empurram para a estagnação que elas próprias vivem.
    Quando conversamos com pessoas otimistas, vencedoras, que agem, nos sentimos melhores, mais motivados a correr atrás dos nossos objetivos, enquanto o contrário também acontece.

    Encerro com uma frase que acredito ter muito a ver com o tema:
    “A vida é como andar de bicicleta: para ter equilíbrio você tem que se manter em movimento” – Albert Einstein

    Boa semana!

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:16 #

      Olá Rosana, obrigado!

      Ótimo comentário, mostrando as vantagens de se estar ao lado das pessoas com energia positiva, e as desvantagens de estar ao lado dos negativos.

      Gostei bastante da frase do Einstein, tem tudo a ver com o post!

      Abç!

  2. Carlos Manoel Marques 6 de abril de 2015 at 10:57 #

    Guilherme,

    Sinto uma enorme compaixão pelas pessoas que na maioria do tempo enxergam “o copo meio vazio”. E adquiri esse sentimento pois convivi com alguém de minha família, pessoa já falecida, que era assim. Tentei muito modificar o pensamento desta pois eu acreditava que é um hábito que pode ser modificado. Todavia não tive sucesso. Por outro lado, eu sempre enxerguei que temos que procurar, em quaisquer situações negativas, que esta trás escondida um ensinamento de algo positivo. Como consigo enxergar isto, eu parto para a ação, quando alguma pessoa olha um determinado cenário negativamente. Essa ação é mostrar a tal pessoa a minha versão do lado róseo. E olhe que na grande maioria das vezes tenho tido sucesso, graças a Deus! Pelo menos, naquela situação, consigo deixar uma pessoa um pouco mais feliz! 🙂
    Como disse a Rosana aí acima, sempre vão existir os Hardy e os Lippy. Alíás, um gênio o criador desses dois personagens pois mostrou essa vertente de estado de espírito e tão ao ser humano! Era um dos desenhos que eu mais gostava, quando adolescente. 🙂

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:17 #

      Olá Carlos, ótima atitude essa a sua!

      Isso mostra bem a “importância do olhar de fora”, conforme destaquei em outro artigo. 😀

      Abç!

  3. Josy Santos 6 de abril de 2015 at 12:01 #

    Excelente artigo!! Estou tentando seguir essa dica, pois não há coisa pior do que pessoas jogando balde de água fria em nossos planos. Já convivi com uma colega assim, que sempre colocava defeitos no que eu dizia, nem sei se era por mal ou por inveja, mas me afastei dela e hoje procuro estar próxima de pessoas otimistas e de bem com a vida.
    E agora como meu objetivo é ter uma melhor condição financeira e profissional, estou me afastando dos colegas que não tem visão de futuro nestas áreas.
    Vamos em frente e uma ótima semana a todos!

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:18 #

      Obrigado, Josy!

      De fato, essas pessoas que jogam baldes de água fria não merecem nossa atenção.

      Abç!

  4. Lelii Martins 6 de abril de 2015 at 21:34 #

    Nossa, eu adoro estar cercada de gente que vê o mundo de uma maneira diferente da minha – de uma maneira mais positiva. Parece que eu ‘renasço’ e me torno outra pessoa. Infelizmente isso não acontece com tanta frequência, mas quando acontece é ótimo. Já fui uma destas pessoas que reclama e se faz de vítima, pois vivo e fui criada em um ambiente extremamente negativo (tudo é ruim, perigoso ou faz mal). Até que cheguei à idade adulta e vi que não precisava repetir o mesmo padrão, e para ser uma pessoa mais feliz, e ir atrás do que me faz feliz, bastava apenas uma escolha minha.

    Ainda não estou 100%, mas melhorei bastante!
    Ótima postagem!

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:22 #

      Exatamente, Lelii, as escolhas começam em nós!

      Temos que ser responsivos e agir para modificar o ambiente, nem que seja ao nível ao menos das relações.

      Abç e obrigado!

  5. Eduardo Lopes 7 de abril de 2015 at 15:24 #

    Boa tarde!

    Concordo plenamente em conviver com pessoas positivas, que tenham sempre algo a acrescentar, possuem testemunhos de sucesso para compartilhar.. mas a compaixão de conviver com pessoas que precisam de atenção, mudança de atitude, um giro de 180 graus na vida, nada mais é que ser grato por ter algo a acrescentar a alguém, saber que alguém conta/precisa do seu apoio.

    O maior líder que já existiu na minha concepção foi Jesus, que dentre tantas realizações, escolhia os mais fracos como seus discípulos para mostrar aos considerados fortes que qualquer um que crer é capaz de realizar obras grandiosas.

    Fiquem com Deus!

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:24 #

      Concordo com seu pensamento, Eduardo!

      Abç!

  6. Anna Monteiro 8 de abril de 2015 at 15:02 #

    Nossa,esse texto dessa vez tocou num ponto meu MUITO sensível: o de estar entre pessoas acomodadas e pessimistas,todo dia. Estou vivendo muito disso no trabalho em que estou atualmente. Só existem críticas,maledicências,reclamações do trabalho e eventualmente,de algumas pessoas (= fofoca). Mas nas vezes me que eu dizia coisas como “impossível não existe’, “vc é que faz suas escolhas”,”faça então outra faculdade” praticamente todos fizeram cara feia ou se comportaram de uma forma como se eu fosse uma mala. Infelizmente, são pessoas que ESCOLHEM estar onde estão e gostam de culpar tericeiros por isso. E por ver que elas querem essa escolha,eu parei de falar desse tipo de assunto e agora sou ouvinte,no **menor** tempo possível. Já ouvi cada coisa absurda que daqui a pouco vai dar pra escrever um best seller,dessas “pérolas”. Se antes eu já nem falava das minhas metas…então agora,muito menos (para essas pessoas do trabalho) ! Uma das pessoas do lado ótimo da moeda (positiva e vencedora na vida) foi demitida semana passada e lamentei muito, mas apoiei a saída da pessoa porque ela tbem se sentia péssima no ambiente. Adivinhem: a pessoa foi e está ainda sendo massificamente super criticada pelos funcionários que ficaram (fofoca rádio corredor).Por que será,né? rsss Ela deu graças a Deus tbem pela demissão.

    Mudando o lado do assunto, eu AMO ler sites como páginas do Flávio Augusto da Silva- um tremendo empreendedor que escreve textos super motivadores e como eu , tbem não acredita em impossível. Fora vários outros, como o Valores Reais,por exemplo =) Ainda bem que hj em dia dá pra se achar vários textos motivadores pela internet afora, pra nos ajudar a deixar nosso interior brilhando,sem nos contagiar.

    Abraços!

    • Guilherme 9 de abril de 2015 at 11:26 #

      Olá, Anna, realmente é muito difícil conviver com pessoas negativas, então, temos que recorrer a fontes que possam nos inspirar e ter uma mentalidade diferente daqueles que estão ao nosso redor.

      Grato pelas suas palavras!

      Abç!

  7. Vania Lacerda 9 de abril de 2015 at 10:14 #

    Ótimo texto.

  8. Adriano Dantas 14 de abril de 2015 at 12:07 #

    Guilherme,
    Ótimo post, como muitos outros que você já nos presenteou, quando nos cercamos de pessoas positivas e que tem a nos ensinar realmente parece que “as coisas acontecem sozinhas” com a nossa vida, pra melhor!
    Temos que ser cuidadosos com quem é o contrário disso, pois o mais comum é pedirem ajuda o tempo todo, cuidados, atenção, porém, não querem mudar em nada, apenas receber essa atenção e continuar nutrindo os sentimentos que já tem, eu tive que me afastar recentemente de algumas pessoas justamente por isso, relações unilaterais!
    Abraços

    • Guilherme 19 de abril de 2015 at 10:14 #

      Olá Adriano, obrigado pelas palavras, e ótimo depoimento seu também!

      Abç

  9. Corey 16 de abril de 2015 at 22:42 #

    Fala Guilherme!

    Baita post, concordo 100% com vc e essa atitude tem me ajudado muito nos últimos anos, com certeza sou uma pessoa melhor hj justamente por me juntar com pessoas interessantes e melhores que eu.

    Tomei a liberdade de linkar esse post lá no meu blog: http://coreyinvestidor.blogspot.com.br/2015/04/cerque-se-de-pessoas-melhores-do-que.html

    Abração!

    Corey

    • Guilherme 19 de abril de 2015 at 10:15 #

      Grande Corey, muito obrigado pelas palavras e pela postagem no seu blog, o que, para mim, é uma honra, pois é feito de forma espontânea.

      Forte abraço, meu caro!

      Guilherme

Trackbacks/Pingbacks

  1. Leituras da quinzena (links acumulados) | Frugalidades - 21 de abril de 2015

    […] ♥ Cerque-se de pessoas melhores do que você […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes