Dois segredos revelados das pessoas altamente bem-sucedidas: acordar (muito) cedo e passar os fins de semana sem trabalho

Navegando por sites estrangeiros, um descoberto por acaso, e outro através do ótimo blog Insistimento, me deparei com duas matérias distintas, mas que se complementam, acerca de dois hábitos das pessoas altamente bem-sucedidas. As respectivas matérias, uma do inglês The Guardian, e outra do norte-americano The Huffington Post, não se “comunicam”, ou seja, foram feitas de maneira independente uma da outra, mas, dada a semelhança de propósitos, é possível estabelecer um “link” entre elas e concluir que ambas integram os hábitos das pessoas de sucesso.

E o melhor: são hábitos que você mesmo pode incorporar em sua vida diária, a fim de ter uma vida mais produtiva, e com melhor equilíbrio entre sua vida pessoal e sua vida profissional.

É claro que nem tudo são flores: há aspectos que considero negativos no estilo de vida de algumas das pessoas entrevistadas nas reportagens, e que explicarei mais adiante.

Contudo, a mensagem principal é positiva e factível a qualquer um de nós. Se você quiser melhorar sua produtividade e equilibrar melhor a relação entre seu campo pessoal e seu campo profissional, siga essas duas dicas: acorde cedo (muito cedo), e desconecte-se do trabalho nos finais de semana.

Acordar cedo

Segredo número 1: acorde cedo. Muito cedo. De preferência entre 5 e 6 da manhã.

A reportagem do jornal inglês The Guardian entrevistou CEOs de alguns dos principais grupos empresariais mundiais, tais como Tim Armstrong, da AOL, Jayne-Anne Gadhia, da Virgin Money, Hans Vestberg, da Ericsson, e Karen Blackett, da MediaCom UK, e descobriu um padrão comum a todos eles: todos acordam muito cedo, entre 5 e 6 da manhã.

E o melhor: acordam sem ficar enrolando na cama. Sem reclamar. Sem despertador. Deu o horário, pulam da cama, cheios de energia e motivação por começar mais um dia de atividades.

O “acordar cedo” pode ser traduzido por “aproveitar bem as horas disponíveis”, ou realizar o “gerenciamento eficaz do tempo”. Não é uma simples questão de ter mais horas disponíveis para realizar as tarefas que precisam ser feitas, mas antes de tudo é uma questão de auto-disciplina e organização: os executivos entrevistados na reportagem apresentam vidas altamente estruturadas, pois, da mesma forma que há horário certo para acordar, há também horários certos para ir ao trabalho, voltar do trabalho, tomar café e realizar atividades no final de semana.

Por outro lado, acordar cedo implica também na necessidade de dormir cedo, para ter um sono revigorante e que produza o necessário descanso para o organismo. Ou seja, de 7 a 8 horas diárias de sono, como já comentamos na resenha de dois ótimos livros sobre qualidade de vida, Envolvimento total: gerenciando energia e não o tempo, de Jim Loehr e Tony Schwartz e A semente da vitória, de Nuno Cobra.

Porém, não é isso que se percebe em alguns dos entrevistados na reportagem. Alguns deles afirmaram dormir apenas de 5 a 6 horas por noite, o que, a longo prazo, pode trazer consequências bastante prejudiciais ao organismo e à saúde como um todo.

Portanto, acordar bastante cedo, antes mesmo de o sol nascer, ou seja, de madrugada, só produzirá consequências positivas e sustentáveis a longo prazo, se vier acompanhado de sua “contra-parte”: dormir igualmente cedo, de modo que você consiga dormir entre 7 a 8 horas todos os dias, no mínimo.

Alguém poderia retrucar dizendo que muitas pessoas “têm” que acordar cedo, no sentido de serem “obrigadas” a acordar cedo, e mesmo assim não são executivos de grandes empresas. Porém, existe uma diferença grande entre “ter” que acordar cedo e “escolher” acordar cedo.

Marcos Rezende, do ótimo blog Insistimento, deu uma resposta apropriada para essa questão, que reproduzo abaixo:

“O mérito está em você escolher acordar cedo ou *ter* que acordar cedo. Durante muito tempo, como empregado, eu tive que acordar cedo para não perder o horário de chegar no emprego. Por medo eu não tinha escolha. Hoje eu prefiro acordar cedo, mesmo podendo acordar às 10 horas da manhã. Aí está o mérito. Na escolha”.

Segredo número 2: passe os finais de semana sem trabalhar.

De acordo com a reportagem do norte-americano The Huffington Post, 81% dos norte-americanos checam seus emails de trabalho nos finais de semana, e mais de um terço dos trabalhadores nos Estados Unidos passam uma média de pelo menos 5 horas e meia trabalhando aos sábados e domingos.

Porém, trata-se de um hábito ruim para a saúde e o bem-estar. O bom hábito requer exatamente o contrário: passar os finais de semana sem trabalhar, com a família, desconectados.

E isso acontece por uma necessidade do ser humano que tem raízes até biológicas: nós vivemos em ondas. Em ciclos. Passamos um tempo acordados… e outro tempo dormindo. Um tempo trabalhando… e outro tempo descansando. Até mesmo em nível mais elementar, na respiração, as coisas funcionam em ciclos, pois precisamos inspirar oxigênio… e expirar gás carbônico.

Portanto, nada mais natural que passemos um período da semana trabalhando e outro período… descansando.

É preciso “recarregar as baterias”, e descansar não só o corpo, mas também a mente, das coisas relacionadas ao trabalho, até para nos aprimorarmos no próprio trabalho.

Vejamos o que diz Spencer Rascoff, CEO da Zillow, considerado um dos maiores portais de compra e venda de imóveis dos Estados Unidos:

“My weekends are an important time to unplug from the day-to-day and get a chance to think more deeply about my company and my industry,” Rascoff told Forbes in February. “Even when I’m technically not working, I’m always processing in the background and thinking about the company. Weekends are a great chance to reflect and be more introspective about bigger issues.”

Numa tradução livre:

“Meus fins de semana são um momento importante para me desconectar do dia-a-dia e ter a chance de pensar mais profundamente a respeito de minha empresa e de minha indústria… mesmo quando eu não estou tecnicamente trabalhando, eu estou sempre processando as informações em segundo plano e pensando sobre a empresa. Os finais de semana são uma grande oportunidade de refletir e ser mais introspectivo a respeito das grandes questões”.

E é extremamente interessante observar que a totalidade (100%) dos CEOs entrevistados na reportagem do jornal inglês The Guardian afirmaram passar os finais de semana com a família. Vejamos o depoimento de Tim Armstrong, CEO da AOL:

“What is your weekend like?

Friday night is family movie night. Saturday is sports with kids. I am coaching my son’s fifth grade basketball team on Saturday and Sunday, and it is my favourite thing all week. Saturday night is date night with my wife and sometimes dinner with friends. Sundays are church, basketball and work, starting at 7pm – calls and emails”.

Numa tradução livre:

“Como é seu final de semana?

Sexta à noite é dia de assistir filme com a família. Sábado é dia de esportes com as crianças. Eu sou técnico do time de basquete do meu filho que está no quinto ano, aos sábados e domingos, e essa é minha atividade favorita de toda a semana. Sábado à noite é dia de namoro com minha esposa e às vezes jantar com os amigos. Os domingos são reservados para compromissos na igreja, basquete, e trabalho, que começa às 7 da noite, com telefonemas e emails”.

Aliás, boa parte dos CEOs entrevistados afirmaram começar a sua semana de trabalho nos domingos à noite, como um “aquecimento” para a semana que está por vir.

Em contrapartida, os finais de semana são sagrados, e reservados para a família, prática de esportes, e desconexão do trabalho e até mesmo desconexão da Internet, como é o caso da apresentadora do canal de TV MSNBC Rachel Maddow, que sai de seu apartamento em Nova York e vai para sua fazenda, onde ela não tem sequer televisão (sendo que ela é uma âncora de uma rede de notícias televisivas). Para ela, isso funciona como dar um “reset mental”.

Tal prática é também vista com bons olhos por Daniel Goleman, que, no recém-lançado livro “Foco”, comenta:

“Fazemos bem de nos desconectarmos regularmente. Tempos em silêncio restauram nosso foco e nossa serenidade” (posição 969, leitura via Kindle).

Conclusão

São muitos os ingredientes e hábitos que formam as pessoas altamente bem-sucedidas, e “pinçamos” aqui apenas dois para mostrar que copiar bons hábitos de pessoas que estão vencendo na vida é plenamente possível, para que nós também nos inspiremos nesses casos de sucesso e passemos a incorporar, em nosso próprio dia-a-dia, tais rotinas.

Acordar cedo, de preferência muito cedo (entre 5 e 6 da manhã), e se possível ainda de madrugada, é uma atitude que requer não só adaptação progressiva e consistência, mas também mudança de hábitos noturnos, a fim de se conseguir dormir a quantidade de horas necessárias para produzir um sono revigorante.

Porém, dando um passo a cada dia fará com que você, ao final de um ano, tenha dado 365 passos nessa direção, e muito provavelmente já estará com esse ótimo hábito incorporado ao seu dia-a-dia.

Tão importante quanto acordar cedo todos os dias é entender a importância de se desconectar do trabalho nos finais de semana, e reservá-los para atividades recreativas, que descansem o corpo, a mente e o espírito.

Muitas vezes, para que isso ocorra, é preciso também planejar o final de semana, ou seja, preenchê-lo com atividades e uma programação agendada, a fim de se cumprir aquilo que se estava querendo.

São, como se pode constatar, hábitos relativamente simples, mas que podem produzir efeitos muito positivos em seu dia-a-dia. Experimente! 🙂

Créditos da imagem: Free Digital Photos

Print Friendly, PDF & Email

30 Responses to Dois segredos revelados das pessoas altamente bem-sucedidas: acordar (muito) cedo e passar os fins de semana sem trabalho

  1. Rafael Gil 20 de janeiro de 2014 at 8:02 #

    Taí duas coisas que faço. Acordo cedo e me desligo totalmente do trabalho no final de semana. Brinco até com os colegas aqui do serviço que eu preciso reaprender a profissão toda segunda-feira, rsrs.
    Fico feliz em saber que são hábitos de pessoas bem sucedidas 🙂
    Também recomendo que as pessoas façam o mesmo. Comigo já aconteceu várias vezes de ficar empacado com um problema sem solução durante toda a manhã no trabalho e depois de sair pra almoçar, mudar os ares e esquecer do problema, conseguir solucioná-lo em 5 minutos após o almoço, por enxergar algo que não enxergava antes.
    Então, eu sempre saio para almoçar no mesmo horário, e vou pra casa também no horário certo, pois assim acabo sendo mais produtivo do que se ficasse fazendo horas extras.

    • Guilherme 20 de janeiro de 2014 at 19:00 #

      Legal, Rafael!

      Aliás, seus insights a respeito de soluções que aparecem nos momentos mais inesperados formaram um belo depoimento. Será destacado em um post que será divulgado em breve!

  2. Bruna 20 de janeiro de 2014 at 10:45 #

    Guilherme, gostei bastante dessas dicas e já quero ver se consigo acordar amanhã mesmo as 6! Acordo 6:30 e ainda assim acho que fica meio corrido. Estou com a ideia de meditar todas as manhãs pois chego muito cansada da academia à noite.

    Obrigada por compartilhar essas dicas tão bacanas!

    Abraço!

    • Guilherme 20 de janeiro de 2014 at 19:01 #

      Olá, Bruna, experimente sim, meia hora a mais toda manhã significa um ganho potencial de pelo menos 2 horas e meia a mais de segunda a sexta.

      E a ideia da meditação também é interessante, afinal, exercícios respiratórios acalmam a mente e nos deixam mais concentrados e mais focados também.

      Abç!

  3. rcf 20 de janeiro de 2014 at 13:11 #

    Eu acordo bem cedo e costumo me desligar do trabalho na sexta a tarde e só volto lá pra quarta a tarde rsrs

  4. Pobretão de Vida Ruim 20 de janeiro de 2014 at 15:57 #

    Minha opinião sincera:

    1- Eles ganham milhões de dólares anualmente e mandam em todo mundo (CEO’s fazem reuniões o dia inteiro e mandam os outros fazerem as coisas). Não me espanta acordarem com energia.

    2- Dormir pouco irá matá-los no longo prazo com consequências nefastas.

    Pessoas com salários podres num país podre como nós não tem incentivo para destruírem o sono. De fato acordamos cedo porque o transporte é horrível, eles porque é emocionante o poder que detêm sobre o mundo.

    • Guilherme 20 de janeiro de 2014 at 19:03 #

      Olá PVR, o Brasil precisa melhorar em muitos pontos, e essa questão do transporte citada por você é talvez um dos aspectos que melhor precisam ser desenvolvidos em nosso país.

      “Transporte público” e “qualidade” são termos antagônicos em nosso país, infelizmente.

      Abç!

    • Eduardo 29 de janeiro de 2014 at 1:16 #

      Falou tudo, pobreta.

      Pro trabalhador normal, pra que acordar cedo ? Pra trabalhar com muita energia só pra dar retorno pro patrão e ser mais explorado ? Jamais ….

      • JESSICA 10 de fevereiro de 2014 at 18:29 #

        Um bom funcionário terá um futuro. Quando trabalhamos com excelência estamos enriquecendo a nós mesmos, adquirindo sabedoria e um melhor futuro. Se sua empresa cresce, você tem a chance de ser bem sucedido na vida. Se não gosta de empresa que trabalha e acha que só o patrão enriquece, comece a planejar a troca de emprego, está perdendo tempo e dinheiro.

  5. Investidor de Risco 20 de janeiro de 2014 at 18:15 #

    Para completar a receita do bolo, faltou falar sobre a prática de esportes, principalmente os aeróbicos (caminhada, corrida, natação). Acho muito difícil uma pessoa acordar com energia sem a prática rotineira de esportes.

    []s

    • Guilherme 20 de janeiro de 2014 at 19:05 #

      Tem razão, I.R., a prática de esportes contribui muito para elevar os níveis de energia de uma pessoa.

      Inclusive, estudos científicos sugerem que meia hora de exercícios pode substituir meia hora de sono. Não sei se é verdade, mas o fato é que o desenvolvimento do corpo melhora a disposição e a capacidade mental como um todo.

      Abç

  6. iTradeSys 20 de janeiro de 2014 at 18:46 #

    Muito bom Guilherme! O segredo é não exagerar! Não exagerar no trabalho, não exagerar no sono! Cada coisa ao seu tempo!

    • Guilherme 20 de janeiro de 2014 at 19:05 #

      Exato, iTrade, equilíbrio é a peça-chave disso tudo!

  7. Kleber Rebouças 21 de janeiro de 2014 at 5:44 #

    Na verdade, o segredo está em duas palavrinhas um tanto ignorads pelos latinos: planejamento e foco.

    E nessas palavrinhas precisam ser inseridas suas vidas pessoal e familiar.

    http://www.ricodinheiro.com.br

    • Guilherme 22 de janeiro de 2014 at 7:26 #

      Bem lembrado, Kleber!

      E acredito que os entrevistados na reportagem também tenham esses dois “ingredientes”.

      Abç

  8. Bruno 21 de janeiro de 2014 at 21:52 #

    Cuidado para não serem iludidos pelo viés da sobrevivência, os únicos entrevistados foram os CEOs que acordam cedo e são bem sucedidos, porém, existem CEOs que acordam cedo e foram demitidos ou destruíram a empresa.

    Esses não “sobreviveram” e por isso não foram entrevistados.

    “Entrevistou CEOs de alguns dos maiores grupos…”

    Não sabendo o número total de CEOs no mercado de trabalho “alguns” é uma referência muito fraca, seria como pegar um copo vazio, enche-lo com água do oceano e depois contemplar o copo afirmando:

    Pois é, não existem baleias no oceano !

  9. Thiago Dias Quintino 22 de janeiro de 2014 at 13:13 #

    Parabéns Guilherme pelo texto. Creio que a mudança de atitudes e criação de hábitos saudáveis são indispensáveis para que deseja obter sucesso na vida.

    Esta reflexão acima nos faz pensar sobre como podemos otimizar e dar um upgrade em nossas vida.

    Continue assim amigo postando material de altíssima qualidade.

    Um grande abraço.

    • Guilherme 22 de janeiro de 2014 at 13:50 #

      Obrigado pelas palavras, Thiago!

      Sim, tudo é uma questão de como alocar de modo mais eficiente os recursos de tempo e de energia de que dispomos.

      Abç!

  10. Rafael 31 de janeiro de 2014 at 16:26 #

    Oi Guilherme, tudo bem?

    Eu acho essas duas dicas super válidas. Contudo, eu trabalho no ramo de alimentação. Meus restaurantes e escritório funcionam 16 horas por dia, 7 dias por semana.

    Eu não trabalho a noite todos os dias, mas trabalho alguns dias, pois preciso ver como estão funcionando as casas. Ou seja, não tem como eu acostumar meu organizamos para 3 dias por semana ir dormir entre 21h30 – 22h e em outros 4 dias da semana ir dormir entre 23h30- 0h30. Ou seja a dica de acordar cedo não funciona para mim.

    Assim como tenho que trabalhar pelo menos um dia dia do final de semana, seja sábado ou domingo.

    Você já se deparou com algum texto ou blog que lide com pessoas que tem esses horários mais exóticos?

    Valeu

    • Guilherme 31 de janeiro de 2014 at 21:37 #

      Oi Rafael, de fato as particularidades de seu ramo de atividades exigem que você tenha outro tipo de organograma biológico para lidar com tais tarefas.

      Bom, para superar o problema da falta de sono, devido aos horários de funcionamento de seu trabalho, eu basicamente recomendo a adoção de pequenas sonecas ou cochilos durante o período da tarde.

      Pode parecer contra-produtivo tirar soneca na parte da tarde – e nem sei se isso seria 100% viável no seu tipo de trabalho – porém, evidências científicas já comprovaram o valor de tirar um período de descanso no período da tarde.

      Creio que, pelo fato de você ser empresário, seus horários sejam mais flexíveis, e também creio que essa ideia nada ortodoxa seja, inicialmente, objeto de rejeição em seu organograma de trabalho.

      Mas sugiro pelo menos uma coisa: experimentar. Afinal, pelo menos você pode dizer que tentou.

      Os cochilos, sonecas e pausas na parte da tarde, nem que sejam por apenas 20 minutos, têm poderosos efeitos revigorantes, e acabam produzindo, em parte, os mesmos efeitos benéficos de uma noite de sono bem dormida.

      Recomendo, nesse sentido, dois autores:

      Tim Ferriss: livro 4 horas para o corpo
      Tony Schwartz: temos uma resenha de um livro dele no blog. http://valoresreais.com/2010/04/11/resenha-envolvimento-total-gerenciando-energia-e-nao-o-tempo-de-jim-loehr-e-tony-schwartz/

      Abç e sucesso em seus empreendimentos!

      • Rafael 2 de fevereiro de 2014 at 17:02 #

        Opa!

        Obrigado pelas dicas. Vou me organizar para isso, com certeza!

        Valeu!

  11. Uo 9 de abril de 2018 at 11:17 #

    Fala Gui,

    Dicas válidas, mas eu faço de forma diferente, por exemplo, não tenho horário fixo apra acordar, geralmente coloco o despertador para tocar a partir da hora que eu durmo. como gosto de dormir 8 horar por noite, então, se estou deitando meia noite, coloco para despertar 8:30, pois meia hora é o tempo que levarei para pegar no sono e talvez fazer um xixi durante a madrugada, rs. Para acordar 5 da manhã então teria que dormir 8:30 da noite, que para mim é inviável, rs. Como não tenho horário fixo para começar a trabalhar, então posso me dar ao luxo de acordar em qualquer horário, rs.

    Sobre a questão do final de semana acho válido para a maioria dos assalariados, mas para mim também não funciona pois tenho a minha empresa e meu escritório é em casa, então trabalho praticamente todos os dias. Contudo, tem dia que trabalho 2 horas, outro que trabalho 10. Tem dia que meu filho não vai à escola então tenho que ficar com ele. Tem dia que preciso leva-lo na psicologa. Enfim, vou trabalhando na medida que vai sobrando tempo, e no fds costuma sobrar algumas horinhas, rs.

    Abraço!

    • Guilherme 9 de abril de 2018 at 17:40 #

      Fala uÓ,

      Pontos bem interessantes esses levantados por você. O mais importante, no final das contas, acho que é ter uma rotina para chamar de sua, adaptando sua carga de trabalho às suas disponibilidades de tempo.

      Abraços!

Trackbacks/Pingbacks

  1. A crise apertou? 17 dicas antipáticas (mas eficazes) de economizar dinheiro | News Infoco - 13 de outubro de 2015

    […] 14. Tome banho frio, durma com a janela aberta, e seja uma pessoa mais diurna. Economizar energia elétrica é como ir pra uma guerra contra os desperdícios: tudo o que puder ser feito pra economizar, tem que ser feito. Vai sair de casa? Apague todas as luzes. Vai sair pra uma viagem mais longa? Desconecte os aparelhos das tomadas. O banho tá quente, mas as dívidas estão na temperatura máxima? Sabia que tomar banho frio proporciona benefícios para sua saúde? As lâmpadas incandescentes estão incendiando sua conta de energia elétrica? Considere substituí-las por lâmpadas LED, mais caras, porém, que proporcionam redução no consumo a curto/médio/longo prazos. Aliás, minimize o uso das lâmpadas. Simplesmente seja uma pessoa mais diurna: vá pra cama mais cedo, e aproveite melhor o dia. Esse é, aliás, um dos segredos das pessoas altamente bem-sucedidas. […]

  2. Conversando com o futuro que eu anseio | A Escolha Certa | Programa Integrado de Educação Financeira e Previdenciária - 27 de outubro de 2015

    […] Vitório disse que nunca fumou, e que, apesar de gostar de uma “ceva”, acorda todos os dias bem cedo, e segue uma alimentação minuciosamente […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes