Desperte o empreendedor que há dentro de você! Palestra inspiracional de Robinson Shiba

Assistir palestras e vídeos são uma ótima forma de aprender coisas novas, de adquirir conhecimento e de crescer intelectualmente. Então, que tal se você, em vez de gastar seu tempo assistindo TV, assistisse, no lugar da TV, vídeos de conteúdo de primeiríssima qualidade transmitidos pelo YouTube?

Empreendedorismo

Pois a dica dessa semana é uma palestra simplesmente fantástica do Robinson Shiba, dentista que, por uma dessas ironias do destino, acabou largando a profissão para fundar o China In Box, que hoje é a maior rede de comida chinesa no Brasil.

Nessa palestra, com duração aproximada de 34 minutos (acredite, passa num instante!) Robinson conta toda a sua trajetória de empreendedor, como teve a ideia de fundar a empresa; os acertos, mas, sobretudo, os erros (que foram muitos); o que lhe motivou a prosseguir, como ele persistiu, e outras passagens curiosas e até divertidas do seu caminho rumo ao topo. Vale lembrar que Robinson é formado em Odontologia, ou seja, numa área que nada tem a ver com negócios de comida chinesa.

Uma lição de vida que vale a pena ser assistida!

Dica extra: caso queira assistir o vídeo off-line, baixe a extensão gratuita Video DownloadHelper, para navegadores Firefox. Trata-se de um complemento que permite fazer o download de vídeos do Youtube direto para o seu computador. 😉

Abç!

Créditos da imagem: Free Digital Photos

Print Friendly, PDF & Email

4 Responses to Desperte o empreendedor que há dentro de você! Palestra inspiracional de Robinson Shiba

  1. Lucas Amorim 28 de maio de 2013 at 11:04 #

    Guilherme excelente postagem.

    Poderia colocar mais histórias como essa, simplesmente sencacional.

    Parabéns pelo trabalho que vem fazendo pois ajuda a abrir a mente de muitas pessoas e nos faz acreditar em nosso potencial!

    Grande Abs

    • Guilherme 28 de maio de 2013 at 12:45 #

      Obrigado pelas palavras e pelo incentivo, Lucas!

      Desde já está anotada sua sugestão, de trazer mais histórias como essa aqui no blog, que cumpre assim seu papel de estimular o empreendedorismo no Brasil.

      Você, que também é um empreendedor, sabe das dificuldades e desafios que essa atividade apresenta. Pode ter a certeza de que os frutos de seu trabalho serão colhidos a seu tempo!

      Abç!

  2. Rafa 1 de junho de 2013 at 14:24 #

    Muito bom o seu texto e o vídeo, Guilherme!
    A propósito, casos como o dele e o do Flávio augusto, por exemplo, se assemelham pela simplicidade da ideia e pela capacidade escalonar o negócio. Um outro detalhe é que ambos começaram por volta dos 25 anos.

    Minhas perguntas para você e os demais amigos do site: como fica quem tem o desejo e o capital para empreender mas ainda não faz a menor ideia de que projeto acreditar (termo usado pelo palestrante)?

    E você acha que o fator idade é limitador? Estou com 40 anos já!

    Abraços!

    • Guilherme 1 de junho de 2013 at 17:55 #

      Oi Rafa, obrigado pelos comentários!

      Concordo que simplicidade da ideia e capacidade de escalonar são dois fatores-chave para obtenção de um sucesso no empreendimento. Lembro, a propósito, de como surgiu outra empresa de grande sucesso, o Amor aos Pedaços: porque, no começo do negócio da dona, ninguém vendia bolos em pedaços, somente bolos inteiros.

      Rafa, sobre a sua primeira pergunta, penso que você deve fazer uma espécie de brainstorm e verificar quais são suas paixões, seus hobbies, seus interesses. Esse é o ponto de partida.

      Em seguida, você deve verificar se existe uma necessidade do mercado que pode ser suprida por aquilo que você acha que tem potencial para fazer bem. Ou seja, deve haver um casamento entre os interesses captados pelo projeto com as necessidades do mercado.

      Um exemplo: você pode gostar de comer pizza, mas isso dificilmente pode se transformar numa ideia de negócio…rsrs. Mas você pode gostar de trabalhar na área de tecnologia e logística de distribuição, e então desenvolver um software para melhorar o sistema de entrega de pizzas. Bom, não sei se fui feliz no exemplo….rsrs….mas é uma maneira de fazer esse “casamento” entre interesses próprios e necessidades do mercado.

      Sobre a questão da idade ser um limitador, de maneira alguma isso pode ser considerado! Pelas pesquisas que fiz, há inúmeros exemplos de empreendedores que começaram mais tarde do que você, e cito apenas dois: Roberto Marinho fundou a Rede Globo quando tinha mais de 60 anos de idade, e o pai do Henrique Meirelles, ex-Presidente do Banco Central, começou um negócio próprio depois dos 80.

      São exemplos extremos? Podem ser. Mas eles demonstram que idade não é fator limitador de maneira alguma. Aliás, pra ser bem sincero, você, nessa idade de 40 anos, está apenas começando a entrar no ápice da carreira produtiva. Há muitos empreendedores do ramo da tecnologia que começam depois dos 50 anos, depois de se cansarem do ambiente corporativo.

      O importante é agir, independentemente do momento ou da idade!

      Abç!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes