A compilação dos leitores: 7 alternativas para reduzir seus custos operacionais na Bolsa

Causou grande (e negativa) repercussão entre os leitores a notícia de que a MyCAP passará a cobrar taxa de custódia de R$ 10 a partir de setembro. Pudera, numa época de vacas magras na Bolsa, e com os preços das coisas e serviços que compramos no dia-a-dia (mercado, plano de saúde, gasolina, tarifas bancárias e anuidades de cartões de crédito etc.) subindo mais do que a inflação oficial, tudo o que o investidor menos quer nesse momento é ver o aumento dos custos para operar em Bolsa.

Felizmente, o mercado não se resume a uma ou duas corretoras, e, embora algumas delas estejam iniciando um movimento de aumento das tarifas cobradas de seus clientes (como é o caso da Banif, por exemplo), ainda é possível, garimpando um pouco, selecionar instituições que cobrem valores reduzidos para operar em Bolsa.

Os leitores do blog agiram rápido e, na caixa de comentários do mencionado artigo, apresentaram várias alternativas para reduzir e minimizar ao máximo possível os custos com tarifas de corretagem e de custódia. Abaixo enumeramos as principais corretoras lembradas naquele tópico, bem como fazemos uma avaliação geral do que deve ser levado em consideração na hora de escolher uma corretora.

Socopa

Há isenção da taxa de custódia de R$ 10 se o cliente realizar ao menos uma operação por mês (que custa R$ 7). Aquela informação que eu havia postado, a respeito da necessidade de operar um volume mínimo de R$ 10k no mês para ficar isento da custódia, somente se refere às operações via mesa, de acordo com a dica do leitor Jason.

Apregoa

A corretagem é de R$ 14 fixos, e não há cobrança de custódia, ainda que o cliente não realize operação alguma durante o mês. A dica foi do FernandoN, que ainda deu o alerta:

“Pra quem costuma operar em lote padrão, a Apregoa é melhor. O problema é que tem um asterisco dizendo que custódia zero é uma promoção por tempo limitado no site deles, então pode não durar por muito tempo”.

XP

A corretagem custa R$ 14,90 no plano Express, e a custódia fica em R$ 6,90. A dica do leitor Jon é a de que, se o cliente tiver volume de investimentos de pelo menos R$ 50k em fundos administrados pela XP, fica isento da custódia, ainda que não realize operação alguma durante o mês. É uma dica interessante porque se trata de um caso único em que a isenção da taxa de custódia não fica condicionada à realização de operações em Bolsa, mas sim ao volume de investimentos mantidos em fundos da corretora.

Spinelli (InvestBolsa)

Mencionada por diversos leitores, a Spinelli não cobra taxa de custódia, mas cobra corretagem variável: R$ 5,90 para o mercado fracionário, e R$ 16,90 para o mercado padrão.

Mirae

A Mirae cobra R$ 6,90 de taxa de custódia (independentemente de o investidor realizar operação no mês), e R$ 2,90 a título de taxa de corretagem. O problema é que a Mirae pode mudar a qualquer momento as regras de cobrança, como, aliás, ocorreu ano passado, conforme escrevemos nesse post: Comparativo atualizado das tarifas de custódia entre Link Trade, Mirae Asset e MyCAP.

Octo (Rico)

Cobra R$ 9,80 no lote padrão e R$ 4,40 no fracionário, e a taxa de custódia de R$ 6,90 também é cobrada, exceto se o investidor realizar uma operação durante o mês (caso em que há isenção da custódia).

Ativa Trade

Tem corretagem a R$ 15 no mercado padrão ou R$ 4,40 no fracionário, e custódia de R$ 6,90 mensais, valor esse que é estornado caso se realize ao menos uma operação durante o mês.

Codepe e Gradual

O leitor Henrique fez uma simulação de custos com elas, e já as descartou, mas vale a pena trazer aqui os exemplos para enriquecer os debates:

Codepe: cobra custódia de R$ 10,00 independente de fazer ou não operação no mês. Resultado: 0 operação = R$ 10,00; 1 operação = R$ 18,40; 2 operações = R$ 26,90.

Gradual: cobra custódia de R$ 10,00 independente de fazer ou não operação no mês. Resultado: 0 operação = R$ 10,00; 1 operação = R$ 20,50; 2 operações = R$ 31,00.

E agora, qual é a melhor?

Não existe uma resposta padrão, infelizmente.  É preciso primeiro você definir o seu perfil de investidor, isto é, a quantidade de operações que costuma operar – ou pretende operar – mensalmente, e, depois, fazer os cálculos na ponta do lápis. Isso porque o que é mais barato para um pode ser mais caro para outro. Ademais, deve-se entrar no cálculo em que tipo de mercado você vai operar – lote padrão ou fracionário – pois há corretoras que cobram valores diferentes dependendo do mercado; e, por fim, se você irá operar mais com ETFs e fundos imobiliários ou pretende comprar ações individuais “a conta-gotas”, ou um misto dos dois.

Vamos exemplificar.

Para aqueles que preferem realizar uma ou nenhuma operação durante o mês, têm basicamente ETFs e FIIs em carteira, e só atuam no mercado eventualmente, adotando, digamos, uma política de alocação de ativos, em que as compras e vendas ocorrem apenas para rebalanceamento de portfólio, a Socopa e a Mirae se apresentam como as melhores opções: a Mirae tem a corretagem mais baixa do mercado, mas cobra a taxa de custódia de qualquer maneira, e a Socopa é o reverso: não cobra a taxa de custódia caso o investidor realize ao menos uma operação no mês, mas a corretagem é mais cara, embora seja ainda uma das mais baixas do mercado (quando pensamos em ETFs e FIIs, obviamente, pois no mercado fracionário há corretoras que cobram menos do que R$ 7).

O leitor Evandro aventou a hipótese de se mudar a conta na MyCAP, de Econômica para a Flex, e realizar uma operação no mês. Desse modo, se pagaria uma corretagem de R$ 10, e se ficaria isento da custódia mensal (que não existirá para a conta Econômica). A dica é boa e pode ser interessante para aqueles que ainda pretendem “salvar” o relacionamento com a ICAP. Porém, se a atuação se der nesses termos, o mais barato mesmo é escolher a Socopa, pois o custo mensal ficaria em R$ 7, e o cliente ainda levaria 2 vantagens adicionais na Socopa: isenção de tarifa de saque, e possibilidade de operar no Tesouro Direto a taxa zero.

Contudo, a coisa muda um pouco de figura se você opera mais comprando ações individuais, no mercado fracionário (ou ainda ETFs no mercado fracionário, quase que esqueço desse detalhe também). Fazendo uma operação mensal na Ativa ou na Octo, durante o ano, você arcaria com um gasto anualizado de R$ 52,80 (R$ 4,40*12=R$ 52,80), pagando 12 corretagens, e nenhuma tarifa de custódia. Porém, realizando essa mesma estratégia na Socopa e Mirae (que não oferecem corretagem diferenciada no fracionário) faria você gastar, respectivamente, R$ 84 (Socopa: R$ 7*12) e R$ 117,60 (Mirae: R$ 2,90*12 + R$ 6,90*12). E na MyCAP a partir de setembro? R$ 180 na conta Econômica (R$ 5*12 + R$ 10*12) e R$ 120 na conta Flex (R$ 10*12). Vejam que ironia: a conta Econômica na MyCAP passará a ser mais cara que as demais contas existentes nessa corretora… 🙁

É claro que, se você é daqueles que realizam mais de uma operação no mês, os cálculos devem ser refeitos, e as conclusões podem, mais uma vez, se mostrar diferentes das apresentadas acima. Por exemplo, na MyCAP a partir de 3 operações mensais (custo total mensal de R$ 25, anual de R$ 300) já vale mais a pena operar na conta econômica do que na Flex, (custo total mensal de R$ 30, anual de R$ 360) o que não quer dizer necessariamente que ela passe a ser então a mais barata de todas para operar nesse nível – para 3 operações mensais no mercado fracionário as mais baratas são Ativa e Octo (R$ 13,20 mensais= R$ 4,40*3, anual de R$ 158,40), Mirae (R$ 15,60 = 3*R$2,90+ R$6,90, custo anual de R$ 187,20), e Socopa  (R$ 21 mensais, anual de R$ 252).

Agora, é preciso destacar também que você necessita ter uma estimativa de quanto irá gastar por mês em corretagem. Uma boa forma de fazer isso é, por exemplo, verificar o quanto você gastou nessa primeira metade do ano, que pode fornecer uma base de quanto você poderá gastar nessa segunda metade do ano. Se você ainda não tem ou não faz um registro de operações, recomendo fortemente que o faça. Se não tem ideia sobre por onde começar, aqui vai a dica: vá até o blog do amigo Além da Poupança e baixe gratuitamente a planilha de registro de investimentos que ele elaborou. 🙂

Vejam, também, que corretagem mais barata (Mirae) não significa necessariamente custo efetivo total mais baixo, uma vez que se deve adicionar à conta o valor da taxa de custódia. E isso sem contar os custos com TED/DOC e tarifas de saque, que variam conforme o seu pacote de tarifas bancárias e a política da corretora referente às transferências de recursos da conta da corretora para a sua conta bancária (aff, quantos custos… :().

Uma coisa é certa, ela é um tanto quanto óbvia, mas vale a pena frisar: quanto mais operações você fizer, maiores e mais elevados serão seus gastos. Procure diminuir sua frequência de operações em Bolsa, adota uma estratégia mais simples de investimentos em renda variável, só compre (e venda) em casos de estrita necessidade, e você terá um gasto anual com Bolsa (entre tarifas de corretagem e de custódia) inferior a R$ 100, podendo obter, na proporção inversa, uma rentabilidade em seu patrimônio líquido muito superior à daquelas pessoas que ficam girando a carteira de 10 a 15 vezes durante o mês – e isso sem contar a traquilidade que a alocação de ativos proporciona, bem como o inigualável ganho de tempo.

Li recentemente num jornal que as corretoras, agora que os preços das corretagens estavam “no chão”, decidiram passar a investir em “serviços” para atrair clientes, como relatórios detalhados, mais funcionalidades no home broker, gráficos mais detalhados, cálculo automático do imposto de renda, assessorias “exclusivas” de analistas etc. etc. etc.

Venhamos e convenhamos: é claro que deve existir mercado (= gente) disposta a “pagar o preço” por esses serviços, e é bom que exista (no mercado há opções para todos os gostos e bolsos), mas particularmente para mim e para um seleto grupo de leitores do blog, o que mais interessa mesmo no final das contas na escolha de uma corretora é o preço mais baixo. Afinal, preço não deixa de ser “serviço”, em sentido amplo. 🙂

Agora é com você: como você irá lidar com esse novo panorama de custos operacionais? Qual corretora irá escolher? Compartilhe sua experiência e troque informações na caixa de comentários!

Agradeço aos diversos leitores que postaram suas dicas no tópico anterior!

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

*Créditos da imagem: Free Digital Photos

Print Friendly, PDF & Email

78 Responses to A compilação dos leitores: 7 alternativas para reduzir seus custos operacionais na Bolsa

  1. Antonio 16 de julho de 2012 at 0:17 #

    Acabei de descobrir hj q a Octo (Rico) zerou a taxa do Tesouro Direto, mas ainda não consegui descobrir mais detalhes, tem um asterisco do lado do texto, mas não consegui achar as letras miúdas…

    Não sei se é uma promoção por tempo limitado ou o q!
    Amanhã ligarei lá pra descobrir mais detalhes!!! 🙂

  2. Fábio Freire 16 de julho de 2012 at 8:06 #

    Quando a MyCAP começará a cobrar a taxa de custódia?

    Migrarei da MyCAP para a Socopa, com certeza, só não sei qual seria a data ideal para transferir a carteira de uma para a outra.

    Abraço!

  3. Jônatas R. Silva 16 de julho de 2012 at 10:44 #

    Gui, parabéns pelo trabalho.
    Estou pensando seriamente em mudar para a Socopa. O chato é transferir custódia.

    Apesar se a Rico/Octo zerar custo no TD fico com eles que já tenho conta.

    Abraço e boa semana meu amigo,

    • Marcelo 16 de julho de 2012 at 16:25 #

      Jônatas, boa tarde

      Lendo os comentários ví que vc tem conta na RICO, como gostaria de aproveitar a taxa 0 no Tesouro Direto, gostaria de saber se vc esta satisfeito com o atendimento deles?

      atenciosamente

      Marcelo

      • Jônatas R. Silva 16 de julho de 2012 at 20:59 #

        Olá Marcelo,

        Não tenho reclamações, apesar de nunca ter precisado de alguma intervenção da parte deles. O HB é estável e nunca tive problemas.

        Recebi e-mail deles hoje sobre o custo zero em Tesouro Direto. Eles passam a ser uma das melhores corretoras em minha avaliação.

        Abraço.

        • Antonio 16 de julho de 2012 at 22:18 #

          Resta eles confirmarem q essa taxa zero do TD seja permanente…

          Como mencionei abaixo, me foi dito ao telefone q é só até dezembro, por hora… 🙁

    • Guilherme 19 de julho de 2012 at 9:32 #

      Obrigado, Jô! De fato, transferir custódia é muito chato. A Bovespa deveria impor às corretoras um mecanismo de transferência eletrônica de ativos, padronizando o procedimento para todas as corretoras. Alô Bovespa! Fica a sugestão. 🙂

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  4. Thiago 16 de julho de 2012 at 10:53 #

    Olá… Fiz um comentário no 1o post deste assunto que não foi publicado e agora lendo vi que minha dúvida ainda não foi esclarecida.

    Quanto a questão do lote padrão/lote fracionário. Ex: Imaginamos uma corretora que cobra R$6,00 para lote frac. e R$ 17,00 lote-padrão. Vamos supor que eu queira comprar 150 ações de determinada empresa. Ao invés de lançar ordem de 150, lanço 2 (uma de 99 e outra de 51) para pagar 2 corretagens menores..

    Isto é possivel de se fazer? Ou não?

    Agradeço a quem puder me ajudar. Abraço!

    • Henrique 16 de julho de 2012 at 19:10 #

      Thiago,

      Sim, é possível, desde que o lote padrão seja 100 ou mais (o que vale para a maioria dos casos, mas não para ETFs e Fundos Imobiliários).

      []s
      Henrique

    • Pobre 16 de julho de 2012 at 19:14 #

      Só para acrescentar: as vezes o preço da ação no mercado fracionário é mais alto que o preço praticado no lote.

      • Antonio 16 de julho de 2012 at 22:26 #

        Eu ia falar exatamente o msm q nosso amigo Pobre…
        Tem q ver se a disparidade de preço entre o mercado fracionário e o padrão não vai comer a diferença favorável no custo da corretagem…
        Particularmente, suspeito q se a compra for de uma qtde grande de ações e o valor por ação for razoável, essa sua idéia não deve ser economicamente viável, em todo caso, faça suas contas! 🙂

  5. Além da poupança 16 de julho de 2012 at 11:27 #

    Excelente postagem.
    Minha corretora atual é a Mirae, mas eu estou em uma promoção onde meus custos são bem baixos (1 real de corretagem). Mas como esta promoção é temporária, em breve eu terei que fazer algumas pesquisas. Sua postagem me ajudou muito.
    Obrigado pela menção na postagem.

    Abraços

  6. Igor Ramalho 16 de julho de 2012 at 11:50 #

    Excelente post, Guilherme!
    Já estou estudando alternativas para a MyCap!

    Forte abraço!

  7. Antonio 16 de julho de 2012 at 11:59 #

    Acabei de ligar pra Rico e me disseram q a taxa zero do TD por hora é uma promoção de seis meses.
    Ainda vão estudar a possibilidade de virar permanente, dependendo do sucesso que fizer…

  8. Paulo Fortes 16 de julho de 2012 at 14:28 #

    Sou cliente da Socopa e da InvestBolsa(Spinelli). Pra mim as duas sao as melhores do mercado pra o pequeno investidor. Pra quem deseja operar comprando no mercado fracionario e Tesouro Direto não há igual. Pra ETFs e FIIs a Socopa é melhor por causa da corretagem mais barata no mercado padrão (já que os lotes são menores nesses fundos), pra quem compra diretamente ações a spinelli já é opção mais interessante porque – pra quem compra todo mês seguindo a estratégia do preço médio – a taxa dela no mercado fracionário é excelente. Lembro também que a qualidade do home broker deve ser levada em conta também. As duas têm um ótimo home broker, mas eu dou uma leve vantagem ao da spinelli. A Mirae deve ser levada em consideração pra quem tem um pouco mais de dinheiro pra investir por mês, rebalanceia a carteira frequentemente e adota a estratégia da máxima diversificação já que essa corretagem dela de 2,90 é realmente excelente. Além dessas eu recomendaria a Rico que também é muito competitiva. Ressalto também que o atendimento da Rico e da Spinelli é ótimo. A desvantagem da Spinelli é a corretagem de 16,90 pra lote padrão que pode ser tida como muito cara pros padrões atuais. Pra quem compra no Mercado fracionário como eu, sem problemas, mas na hora da venda do lote ae caímos nessa taxa… Eh, pessoal, pesquisar e pesquisar… Sorte nossa que esse mercado de corretoras é bem competitivo. Se elas oferecessem LCIs e CDBs seria perfeito. Abraço ao amigo e parabéns pelo excelente post e pelo blog que sempre acompanho.

    • Guilherme 19 de julho de 2012 at 9:25 #

      Nossa, Paulo, ótimo resumão, hein!? Show de bola! 😀

  9. Alan 16 de julho de 2012 at 17:13 #

    Dúvida de iniciante, bem iniciante mesmo: a corretagem é cobrada tanto na compra quanto na venda da ação ou somente na compra da ação?

    • Pobre 16 de julho de 2012 at 19:09 #

      Tanto na compra quanto na venda

    • Henrique 16 de julho de 2012 at 19:18 #

      Alan,

      A corretagem é cobrada na compra e na venda.

      Aliás, isso é uma coisa interessante: quando você compra uma ação, você paga corretagem, e a pessoa que te vendeu a ação também paga. Ótimo para as corretoras, não?

      []s
      Henrique

    • Alan 17 de julho de 2012 at 14:45 #

      Obrigado pelas respostas!

  10. Pobre 16 de julho de 2012 at 19:11 #

    Eu prefiro o Banif, pois a partir de 80 ordens/mês não cobra nada, e a partir de uma ordem/mês não cobra custódia.

  11. Henrique 16 de julho de 2012 at 19:48 #

    Oi, Guilherme.

    Como eu comentei no outro post, estou entre a Mirae e a Socopa, e nesses últimos dias tenho pesquisado sobre as duas.

    Uma coisa que descobri foi uma confusão em que a Socopa está metida por causa de uma disputa com o fundo GWI, que começou quando este fundo estava muito alavancado em ações da Marfrig durante a forte queda das bolsas que se seguiu ao rebaixamento da nota dos EUA pela agência Standard & Poors, em agosto de 2011.

    A Socopa cobra do GWI um prejuízo de 40 milhões por não cobrir garantias, e o GWI cobra da Socopa um prejuízo de 108 milhões causados ao fundo por esta ter vendido as ações em garantia de forma precipitada. A disputa está na Câmara de Arbitragem do Mercado, órgão ligado à Bovespa.

    Aí a pulga se aloja atrás da orelha: se a decisão for em favor do fundo, será que a corretora quebra? Ó dúvida cruel.

    []s
    Henrique

    • Guilherme 19 de julho de 2012 at 9:26 #

      Henrique, acredito que não chegue a tal ponto – a Socopa, como já disseram em outro post, é uma casa de corretagem antiga e com tradição no mercado – mas é bom ficarmos de olho. 😉

  12. Matheus Pinheiro 17 de julho de 2012 at 10:41 #

    Parabéns pelo post, mas vale ressaltar que a comparação dos gastos anuais foi feita utilizando a hipótese de ordens no fracionário, se considerássemos o mercado padrão a Octo teria um custo semelhante à Mycap no plano Flex (9,80*12 x 10*12), Socopa e Mirae permaneceriam iguais e a Ativa explodiria.

  13. Rogério_nit 17 de julho de 2012 at 12:14 #

    Excelente post…Na hora de escolher a Corretora, além do preço justo de corretagem, devemos observar a Solidez e Credibilidade da instituição no mercado e a Qualidade dos seus produtos e serviços.

    A HH Picchioni(mais de 65 anos no mercado) lançou recentemente seu novo Home Broker Speedtrade.
    Taxa de Corretagem: R$ 4,90 por ordem executada (com ISS incluso)
    Taxa de Custódia: R$ 6,90 mensal
    TED R$ R$ 5,00
    http://www.speedtrade.com.br

    Abraço!
    Rogério_nit

  14. Gouvea 17 de julho de 2012 at 13:04 #

    Já eliminamos a Mycap, agora a decisão final fica entre Rico e Socopa. Alguém já utilizou o HB da Socopa, poderia dar uma opinião à respeito da qualidade do serviço. Abri conta na Socopa para investir no TD, mas não cheguei a utilizar ainda o HB.

    Abraços.

  15. fox 17 de julho de 2012 at 19:33 #

    Se o cara tem debêntures complica mais ainda… Eita trabalho hercúleo!

    • Guilherme 19 de julho de 2012 at 9:30 #

      Fox, complica um pouquinho, mas há alguns comentários:

      – Tendo somente as debêntures na corretora, sem ter ações custodiadas, paga-se somente uma taxa de R$ 6,90 semestral (= R$ 13,80 anuais), que é bem melhor do que R$ 10 mensais (= R$ 120 anuais).

      – As debêntures também podem ser transferidas para outra corretora no mesmo formulário de transferência de custódia das ações, já que também são ativos mobiliários.

      Mas, de qualquer forma, o trabalho é hercúleo mesmo! E vale dizer que, quem reservou ECOO11 pela MyCAP, e transferir a custódia das cotas para outra corretora, *PERDE* a opção de venda pro BNDESPAR em 2013.

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  16. Evandro 17 de julho de 2012 at 22:47 #

    A Socopa não trabalha com aluguel de ações, pra quem faz Buy & hold pode fazer a diferença.

  17. Luiz Arruda 18 de julho de 2012 at 12:12 #

    Alguém sabe se a Mirae trabalha com aluguel de ações?

  18. werner 18 de julho de 2012 at 15:04 #

    Mudei do Banif para Mycap por causa a taxa de custodia. e vou mudar de novo. descubri que fora da spinelli só a easynvest da título corretora não cobra mesmo sem trade. a abertura da conta na título é muito burocratico mas mesmo assim vou fazer porque o tesouro direto tambem não cobra e a corretora já exite 40 anos. um abraço para todos!

    • Henrique 23 de julho de 2012 at 11:59 #

      werner,

      Você tem certeza que a título não cobra mesmo sem trade. No site deles tem o seguinte aviso:

      Importante
      No Easynvest é exigida uma corretagem mínima mensal de R$ 30,00 equivalente a três ordens executadas.
      Se não houver ordens executadas no mês, ou a execução de apenas uma ou duas, será cobrada a diferença de valor, completando assim a corretagem mínima de R$ 30,00.

      http://www.easynvest.com.br/quanto-custa.asp

      []s
      Henrique

  19. Ricardo 18 de julho de 2012 at 18:12 #

    Tenho uma dúvida, se vc tiver uma conta em uma corretora, mas não tiver nenhum valor depositado, ou se tiver algum valor depositado e este está sem movimentação, há cobrança de Taxas?

  20. Guilherme 19 de julho de 2012 at 9:35 #

    Grato pessoal, pelos comentários e dicas!

    Foi bastante coincidência a Octo ter anunciado essa promoção de taxa zero no Tesouro Direto logo depois de eu ter noticiado aqui o começo da cobrança de custódia de ações na MyCAP…..rsrs…

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  21. Daniel 19 de julho de 2012 at 9:55 #

    Opero 2x ao ano e somente em lote padrão, então fiquei entre a Spinelli e a Apregoa que não cobram custódia.
    A Spinelli tem corretagem um pouco maior e cobra R$5,40 por saque.
    Já a Apregoa não cobra saque, mas é do Banco Cruzeiro do Sul e pouco conhecida nos fóruns.
    Alguém opera com a Apregoa e recomenda?

    • Rafael Faria 1 de agosto de 2012 at 18:34 #

      Olá amigos do Valores Reais!

      Este post realmente veio a calhar! Atualmente sou cliente da Banif, mas invisto apenas no Tesouro Direto e em ETFs, sendo que faço poucas operações por mês. Como a Banif começou a cobrar R$ 6,90 de custódia (se não houver nenhuma operação no mês) estou um pouco insatisfeito com eles, já que isto está aumentando o custo dos meus investimentos ou me obrigando a realizar operações para obter isenção de custódia.

      Lendo este post me interessei pela Spinelli, que cobra um valor de corretagem parecido com o da Banif, mas com isenção de custódia, e então vi o comentário do amigo Daniel acima e fui averiguar. O atendente comentou comigo que eles cobram R$ 5,00 para fazer o TED para a CC, mas que existe o programa iVantagens que cobra R$ 15,00 mensais e você tem isenção desta taxa de TED, além também de outras coisas como apuração de IR e descontos com alguns parceiros….

      É… nem tudo é perfeito… pagar R$ 5,00 por TED ou pagar R$ 15,00 em um programa de “vantagens” ou continuar na Banif? É preciso avaliar bem as opções…

      • Guilherme 4 de agosto de 2012 at 13:07 #

        Olá Rafael, de fato é preciso se atentar a todos os custos operacionais envolvidos, e esse detalhe da tarifa de saque de R$ 5 que a Spinelli cobra para quem não aderiu ao iVantagens é de fato um valor que também deve ser pesado na balança, principalmente para quem realiza muitas operações por mês.

        É isso aí!
        Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  22. Gouvêa 19 de julho de 2012 at 13:08 #

    Vai ver essa isenção de taxa no TD é para competir com a Socopa que tbm não cobra hehe.

  23. cliente 19 de julho de 2012 at 14:53 #

    Corretagem é um roubo ,se investir menos de 10 mil fizer muitos negocios ,com o passar dos anos come todo o capital ,mais rapido ainda se negociar no fracionario ,só vai melhorar o dia que abrir a outra bolsa no rio de janeiro pra concorrer com essa e novas corretoras surgirem com corretagens mas atrativas ,por enquanto a mirae é a única que presta ,se piorar melhor sair da bolsa ,porque nesse jogo só quem ganha é a banca ,as corretoras são as donas da bovespa e dividem o lucro ,além das mutretas com as cias querem extorquir nas taxas ,abram o olho!

  24. FernandoN 19 de julho de 2012 at 23:22 #

    Para facilitar a comparação dos custos das corretoras listadas no artigo, fiz o seguinte gráfico: http://tinypic.com/r/23m39fm/6

    Ele mostra o custo de corretagem anual em função do número de operações ao longo do ano. Para fazer as contas, parti do pressuposto que as corretagens serão em meses diferentes se forem menos de 12 no ano e que são sempre em lote padrão. No caso da XP também assumi que há isenção na taxa de custódia.

    Para um número maior do que 22 corretagens, as corretoras se mantém nas mesmas posições relativas do final do gráfico (ou seja, Mirae sendo a mais barata e Spinelli sendo a mais cara).

    Vale a pena notar que os custos podem ser diferentes se você costuma operar no fracionário, ou fazer várias operações no mesmo mês em alguns meses espaçados ao longo do ano.

    Espero que o gráfico os ajude a encontrar a corretora com os melhores custos para cada perfil!

    • Guilherme 20 de julho de 2012 at 8:54 #

      Excelente trabalho, Fernando!

      Interessante notar que seu gráfico confirma a hipótese já levantada por outro leitores, ou seja, a de que Socopa e Mirae tendem a apresentar custos anualizados menores, com a Octo logo atrás.

      Abç

      • FernandoN 22 de julho de 2012 at 20:38 #

        Obrigado Guilherme!

        Também não posso deixar de agradacer por organizar os comentários dos leitores do outro post e por seu trabalho no blog, já que sou leitor assíduo, mas não em geral não comento muito por aqui. Obrigado por fornecer essas informações de bandeja para nós leitores!

        Voltando ao assunto das taxas de corretagem, a diferença entre o custo das corretoras se torna ainda mais evidente com o aumento no número de corretagens.

        Alguém que faz 4 operações ao mês gastaria R$222 de corretagem e custódia fixa na Mirae, R$336 na Socopa e R$811 na Spinelli. Realmente é muito importante escolher bem a corretora. No final das contas pode fazer muita diferença. Ainda estou escolhendo a minha, já que faço poucas operações (aproximadamente uma a cada 2 meses, e em torno de 6 operações ao mês, os custos se tornam muito parecidos).

        Estou pendendo mais para a Mirae, pois caso eu queira operar com mais frequência, o custo crescerá menos, apesar de não reduzir muito caso eu decida não operar. Se eu escolher uma das corretoras sem custódia e com corretagem cara, fico limitado no número de operações ao ano para que meus custos não decolem. É uma decisão complicada.

        • Guilherme 4 de agosto de 2012 at 13:09 #

          De fato, FernandoN, não é uma decisão fácil, envolve muitas variáveis, conforme você e vários outros leitores já comentaram por aqui.

          Sinta-se à vontade para trazer mais comentários enriquecedores para o nosso blog, a comunidade VR só tem a ganhar! 😀

          É isso aí!
          Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  25. Evandro 20 de julho de 2012 at 10:45 #

    Alguém sabe se posso fazer a transferência de custódia de posições alugadas?

  26. Fabio 22 de julho de 2012 at 21:56 #

    Pessoal, li a dicas de todos e fico muito grato! Parabéns Guilherme, ótima síntese. Depois de algumas ponderações optarei pela Spinelli! A dúvida que vem agora é, considerando que a partir de setembro a Mycap passa a cobrar corretagem, qual seria o melhor momento pra fazer a transferência? Quanto antes melhor ou esperar até o último momento para aproveitar os benefícios atuais da Mycap, e qual seria esse último momento!? Obrigado a todos!!

  27. Henrique 23 de julho de 2012 at 11:46 #

    Olá, Fabio.

    Não tenho certeza, mas acho que basta ficar 1 dia com a custódia na MyCAP no mês de Agosto para a taxa ser cobrada em Setembro. Ou será que eles vão começar a contar as posições só em Setembro e cobrar em Outubro? Eu aposto na primeira alternativa. Alguém sabe?

    Da minha parte já me conformei em pagar pelo menos um mês de custódia, porque não vou ter tempo hábil para fazer a transferência para a Socopa antes do final deste mês, já que enviei a documentação para abertura da conta somente hoje, e nos próximos dias estarei viajando.

    Outra coisa que pensei é, já que vou ter que pagar a custódia do mês de Agosto, vou deixar para fazer a transferência mais perto do final do mês, assim uso esse tempo para ir avaliando a nova corretora. Vai que eu não gosto…

    []s
    Henrique

    • Henrique 21 de setembro de 2012 at 9:29 #

      Atualizando (coloquei isso no post original também): abri uma conta na Socopa e transferi tudo para lá. Corretagem de R$ 7,00 e taxa de custódia de R$ 10,00 (mas que sai de graça se fizer pelo menos 1 operação no mês).
      Até agora tudo bem. O home broker tem um visual mais antigo que os das demais corretoras que conheço, mas cumpre seu papel (pelo menos para o meu perfil, pouco exigente). Como ponto negativo tem a questão do aluguel de ações, que só é possível para valores acima de R$ 100.000,00 por papel. Como ponto positivo, e que me surpreendeu, foi a possibilidade de colocar, por exemplo, uma única ordem de compra de 127 ações (sendo que o lote é de 100). Algumas corretoras não permitem isso, sendo preciso criar 2 ordens. No book foi colocada uma ordem de 100 no mercado padrão e outra de 27 no fracionário. E me cobraram apenas uma corretagem. Gostei.

      []s
      Henrique

  28. Marcus 29 de julho de 2012 at 10:16 #

    Parabéns a todos pelos ótimos comentários.

    Sou iniciante e talvez a minha dúvida seja bem básica, mas ai vai ela:

    É possível comprar ações em uma ação (lote fracionário) que tem o custo menor e depois quando atingir a quantidade de um lote padrão, transferir a custódia para outra corretora, para venda, que nesse caso tem o custo menor que a primeira?

    Saudações,

    Marcus

    • Guilherme 4 de agosto de 2012 at 12:32 #

      Sim, Marcus, é plenamente possível!

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  29. Gouvea 2 de agosto de 2012 at 1:18 #

    Olá pessoal, tirar só uma dúvida: Até qual data devo fazer a transferência de custódia da Mycap para evitar o pagamento da taxa?

    Abraços.

  30. Gouvea 2 de agosto de 2012 at 17:54 #

    Optei por investir no TD pela Octo (Rico), mas me informaram no chat online que somente é possível o investimento em títulos públicos pelo Home Broker da corretora, não podendo o cliente investir diretamente no site do Tesouro Direto. Então eu pergunto: há alguma desvantagem o fato de ter acesso apenas pelo HB?

    Abraços.

    • Guilherme 4 de agosto de 2012 at 12:33 #

      Não, Gouvea, não há nenhuma desvantagem. Você terá acesso a todas as funcionalidades disponíveis para quem opta por investir diretamente no site do Tesouro.

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  31. Marcelo 2 de agosto de 2012 at 20:22 #

    Gouvea,
    Acredito que a Mycap cobre a custódia se houver posição em setembro, debitando em outubro, como fez a Banif comigo, antes que eu saisse de lá.

    Abraços

  32. EVERTON 8 de agosto de 2012 at 12:22 #

    Se o Socopa tirasse aquela condição para a taxa de custódia de uma operação, nossa seria perfeita, acredito que todos nós mudaríamos para ela… pois tem um bom home broker, nao cobra administração no tesouro, corretagem aceitável (7,00), nossa se nao tivesse a taxa de custodia com certeza investiria no longo prazo nessa corretora com certeza!!! Cara essa bolsa é muito falsa mesmo, disse que ia acabar com essa taxa de custodia que nao serve pra nada, e de repente volta atrás… vai socopa atenda esse nosso pedido voce nao vai se arrepender!!! rsrs concordam comigo???? vamos fazer um mutirao no twiter, no facebook, no orkut, no forum!!! vamos!!
    #socopasemcustodia
    criem no twiter!!! que eu vou atras!! eu nao criar!!! vamos nos mobilizar, pois sem nós as corretoras nao são nada.!!
    Eu particularmente gosto da socopa!!
    então:

    #socopasemcustodia

    só vai dar neguim transferindo a custódia rsrsr

  33. David D. 8 de agosto de 2012 at 19:51 #

    Pessoal, sou cliente Mycap e fiquei decepcionado com a pessima noticia. Esteva olhando os custos no site da Mirae e pelo jeito a custodia e R$20,00 ao ano, pro-rata mes, oque da R$1,66 mes. Se for isso mesmo a Mirae e sem duvida nenhuma a mais barata, mas pelo que escutei o HB e muito fraco e instavel, alguem confirma?
    https://corretora.miraeasset.com.br/global/bz/po/jsp/common/menu.jsp?menuid=homebroker&show_menu2=homebroker|homebroker&show_menu3=homebroker|homebroker|openaccounton

  34. David D. 8 de agosto de 2012 at 20:43 #

    Fiz confusao, esse valor de R$20,00 ao ano e para custodia da renda fixa (Bovespa Fix). Para renda variavel a taxa e de R$6,90 mesmo.

  35. doug 15 de agosto de 2012 at 3:12 #

    Dúvida.

    Tenho ações de determinado papel. Mas não estou movimentando nada, não tem dinheiro na conta da mycap. Como vão me cobrar a custodia????????????

    • Guilherme 15 de agosto de 2012 at 20:36 #

      doug, eles provavelmente negativarão sua conta, que aparecerá com saldo negativo de – R$ 10, e lhe enviarão um email solicitando gentilmente que você cubra o valor negativo.

  36. Juca 17 de agosto de 2012 at 18:08 #

    Acho que simulação da matéria há uma falha nas conclusões pois não consideram o custo do doc para transferir o dinheiro do banco para a corretora. Por exemplo, no meu banco, sou cobrado R$ 8,00 por cada transferência. Até onde eu sei a Spinelli é a única que emite boletos, o que nos evita esse custo. Fiz uma simulação levando em conta o doc com as corretoras acima e no lote padrão a Spinelli é mais vantajosa até 10 operações mensais por ano (1 por mês). A partir daí a Socopa é melhor. No fracionário, ela se torna mais vantajosa independente do número de meses em que se opera. É claro, que isso vale para quem faz uma operação por mês (que é o mínimo para isenção da custódia na maioria das corretoras). Se você faz mais operações por mês, a taxa de corretagem se torna mais importante que a taxa de custódia.

  37. Renato C 17 de agosto de 2012 at 19:33 #

    Olá Juca,

    Basta criar uma iConta no Itaú ou uma conta digital no BB, para eliminar este custo citado por ti !

    O que se pode discutir é o custo que algumas corretoras cobram para transferir o dinheiro da corretora para o seu banco.

    Abraços, Renato C

    • Guilherme 17 de agosto de 2012 at 21:14 #

      Realmente, a dica do Renato C é bastante válida!

    • Juca 18 de agosto de 2012 at 15:54 #

      Essa conta digital do BB realmente existe? Já fiz o pedido de abertura de conta uma vez pelo site e até hoje não me retornaram. Fui a umas três agências e ninguém sabe o que é. Até já tentei alterar uma conta comum para digital e o incompetente que me atendeu não sabia como fazer. Alguém já conseguiu abrir essa conta?

  38. Diogo 17 de agosto de 2012 at 20:01 #

    Alguém sabe se o boleto emitido pela Spinelli para transferir recursos para lá eu posso pagar no cartão de crédito? Não tem nenhum problema?

  39. Gouvea 22 de setembro de 2012 at 17:24 #

    Olá pessoal, recebi um E-mail da corretora informando o cancelamento do registro das ações da Redecard e a realização de uma OPA, então eu pergunto, o que devo fazer? . Tenho ações da Redecard.

    Abraços.

    • Guilherme 23 de setembro de 2012 at 9:50 #

      Você terá que se desfazer de suas ações, recebendo o valor proposto pela empresa. Aguarde mais comunicados da corretora para saber os procedimentos.

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  40. gian 18 de novembro de 2012 at 0:30 #

    A gradual que era uma porcaria agora virou uma merda ,acabou isenção de 5 corretagem e custódia ,o ultimo que sair apague a luz ,bolsa não vale a pena ,manipulação demais ,sem chance alguma de ganhar ,e quem lucra é só virtual ,porque se tentar vender vai sair no prejuizo ,é um tipo de jogo em que se tem ilusão de ganhar ,mas sempre se perde ,não recomendo ao meu pior inimigo.Se fosse sério o esquema era bom ,mas não é ,é teatro!!!

  41. gian 18 de novembro de 2012 at 0:48 #

    20 reais por mês é o que rende 5mil aplicados na poupança por mês ,com esses juros fajutos, que os americanos obrigaram a dilma a baixar pra não vir todo dinheiro dos americanos passear no brasil.Que roubo essas corretoras cobram e não ficam nem vermelhas ,também pudera elas são as donas da bolsa ,é como a raposa ser dona do galinheiro !Não pode dar certo pra sardinha mesmo .

  42. Abrantes 12 de março de 2013 at 12:35 #

    Atualmente com a mudança na regra de isenção da Rico/Octo ela ficou cara para mim pois não faz diferença se vc realiza 1 ou 2 operações no mesmo mês, uma vez que com 1 operação vc paga 9,80 de corretagem mais 9,80 de custódia e ao fazer 2 operações vc paga 9,80×2 de corretagem.
    Estou pensando em migrar para Ativa, pois como realizo 1 ou nenhuma operação por mês ficaria mais barato do que a Rico e ainda tem algumas vantagens segundo minha avaliação:
    – Conta no Itau (não pago DOC/TED – Rico/Octo também tem conta no Itau)
    – Ferramenta de IR gratuita
    – Fundos de investimentos e LCI
    – Corretagem 4,40 no fracionário(mesmo valor que Rico/Octo)
    O ponto negativo é que o custo para operar no Tesouro Direto é 0,2% a.a. o dobro da Rico/Octo, mas subtraindo o custo adicional com o TD da “economia” de corretagem e custódia eu ainda ficaria no lucro.
    Qual a opinião de vcs sobre a Ativa? O serviço e as ferramentas são bons? É uma boa corretora?

    • Guilherme 15 de março de 2013 at 19:29 #

      Abrantes, pois é, as corretoras estão endurecendo o jogo para nós, pequenos investidores.

      Eu não opero atualmente pela Ativa, mas já operei no passado e nunca tive problemas relevantes, ao que eu me lembre.

      É isso aí!
      Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  43. camilo lopes 24 de agosto de 2013 at 11:27 #

    Ôpa Guilherme, bom post que merece um favoritos.
    .
    Apesar de ser do ano passado, o cenário não mudou muito. Fiquei cerca de 1 semana buscando uma corretora que atendesse ao meu perfil. No meu caso como não faço aporte mensal na bolsa e espero atingir um valor consideravel para comprar, então o plano da HB me atende, mesmo a taxa de corretagem ser mais caro que outras, porem nao tem taxa de custodia.
    .
    No inicio, mesmo para valores pequenos de investimento eu comprei, pois estou usando valores baixo para como investimento em estudo com a bolsa, ja que comecei a pouco tempo e tb pegar o ritmo. Mas, eu aprendi que decidir a corretora é facil, basta saber o proprio perfil de investimento se eu sei que chuvendo ou fazendo sol, todo mes eu vou investir 20% do meu rendimento liquido na bolsa, nada melhor que busca uma taxa de custodia menor possivel e uma taxa de corretagem tb.
    .
    Mas, para quem não sabe se mes que vem vai ter uma grana compense investir, melhor buscar aquelas que não cobram taxa de custodia.
    .
    abraco,

    • Guilherme 24 de agosto de 2013 at 18:26 #

      Oi Camilo, excelentes comentários.

      Você disse tudo: saber e descobrir o próprio perfil de investimento, e, a partir daí, procurar corretoras mais adequadas a esse perfil.

      Abç!

  44. João 7 de julho de 2014 at 20:47 #

    FUSÃO DIRECTA INVEST E RICO.COM.VC

    Informamos o nascimento da segunda maior corretora independente de varejo do Brasil com 90 mil clientes, e você faz parte disso. É com grande satisfação que anunciamos a fusão das operações do DirectaInvest com a Rico.com.vc, plataforma de investimentos da Octo CTVM, e a intenção de aquisição por parte da CGD de 51% de suas ações, o que está sujeito à aprovação do Banco Central do Brasil.

    O acordo é uma grande conquista que reforça o crescimento do Grupo Caixa Geral de Depósitos no país e contribui com o que mais nos motiva no DirectaInvest: atendê-lo com excelência, inovação, tecnologia e um amplo portfólio de produtos.

    A fusão é fruto das similaridades entre ambas as empresas. Fundada em 2011, a Rico tem o foco no cliente e a inovação como um de seus principais diferenciais. Isso possibilitou que desenvolvessem, ao longo dos anos, uma plataforma de investimentos de qualidade e repleta de ferramentas que certamente em conjunto com as nossas, acrescentarão muito mais valor no seu dia a dia de investimentos.

    Com esse crescimento, intensificamos nossos esforços para contribuir cada vez mais com a realização de seus objetivos. Destacamos que neste momento não haverá nenhuma alteração em sua maneira de acessar sua conta, realizar suas operações e no atendimento prestado. Ainda, reforçamos nosso comprometimento com você, que será informado sobre cada uma das melhorias geradas por esse novo cenário.

    Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos por meio de nossos canais de atendimento.

    • Guilherme 9 de julho de 2014 at 10:24 #

      Grato pela notícia, João!

      Resta agora saber se essa fusão será boa ou não para nós, investidores.

      Aguardemos cenas dos próximos capítulos…

      Abç!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes