Banco do Brasil (BB) muda para pior programa de relacionamento… versão 2011 :-(

Assim como quem tem cartão de crédito participa do programa de recompensas do cartão, que dá direito a acumular, p.ex. milhas aéreas (as quais podem, por sua vez, serem transferidas para o programa de milhagem da cia. aérea), quem tem conta-corrente bancária normalmente é inscrito automaticamente do programa de relacionamento da instituição financeira (o programa de recompensa da conta-corrente), que permite, por exemplo, obter descontos ou isenção na mensalidade do pacote de serviços bancários. São, portanto, duas coisas que não se confundem: programa de recompensas do cartão é uma coisa, programa de relacionamento com o banco é outra, completamente diferente.

Como, pela enquete realizada no blog (vide barra lateral esquerda, a enquete ainda não acabou, participe você também!), a maioria dos leitores que responderam nossa pesquisa (40% dos participantes até o momento) disseram que têm conta-corrente no Banco do Brasil, é oportuno avisar a esses leitores que, novamente, o Banco do Brasil mudou para pior seu programa de relacionamento – grato ao leitor Dileão pelo alerta!

No começo desse ano, no artigo Banco do Brasil (BB) muda para pior programa de relacionamento, demos a notícia de que a posse de produtos Crédito, CPR, Consórcio e uso do cartão de crédito não mais pontuariam no programa Ponto pra Você, dificultando ainda mais a obtenção de benefícios, tais como redução/isenção na mensalidade do pacote de serviços, e pontos no programa de recompensa dos cartões Ourocard.

Dessa vez, o BB resolveu alterar de forma radical seus programas de relacionamento: o programa “Ponto pra você” (criado para fins de redução/isenção do pacote de tarifas) mudou sua natureza, servindo exclusivamente, a partir de outubro, para acúmulo de pontos nos cartões Ourocard (p.ex., para fins de trocas por milhas aéreas; na prática, virou o equivalente ao Sempre Presente, do Itaú, ou ao Super Bônus, do Santander), e o antigo programa de relacionamento, baseado num sistema de pontuação, para fins de redução/isenção do pacote de tarifas, será extinto a partir do mês que vem,  sendo substituído por um sistema de pontuação baseado exclusivamente no volume de investimentos mantidos no banco. Confiram:

Na parte de “descontos”, lê-se expressamente que “esses benefícios” (desconto na tarifa do pacote de serviços e redução nas taxas de juros) “serão concedidos em função do volume de investimentos mantidos no banco”. Na prática, o programa de descontos da tarifa de manutenção de conta-corrente do BB se aproxima do modelo perfilhado por bancos como HSBC, Itaú, Caixa e Santander (modelo esse em que praticamente só se conseguem descontos significativos no pacote de serviços se houver volume expressivo de investimentos), se afastando, na mesma medida, do modelo adotado pelo Bradesco (em que a utilização de serviços ainda tem um peso relevante no programa de fidelidade da conta-corrente).

Trocando em miúdos, o que está ocorrendo é o seguinte: o antigo programa que estava baseado em relacionamentos com o banco (valorização de uso de serviços como débito automático, Internet, recebimento de salário, tempo como correntista etc.), está, gradativamente, se convertendo em programa baseado pura e simplesmente em investimentos (em que só se valoriza a manutenção de aplicações financeiras, via de regra, em produtos do banco).

O que ainda não está claro é como fica a situação para os clientes encarteirados nos segmentos Estilo e Private: estariam esses clientes submetidos às regras antigas do banco, baseado no vigente sistema de pontuação do programa “Ponto pra você”?

Outra coisa que ainda não está clara é se, nessa nova sistemática, haverá “pesos diferentes” para cada tipo de investimento. Ou seja, se a quantia de R$ 40 mil em CDB terá o mesmo peso de R$ 40 mil em previdência, para obter a isenção de 100% no pacote de serviços. Pelas regras atuais, em que são necessários 150 pontos para obtenção da isenção total, cada investimento tem um peso diferente: para conseguir 1 ponto, é preciso ter ou R$ 350 em fundos/CDBs, ou R$ 400 em poupança, ou R$ 720 em previdência aberta.

Ou seja, na sistemática atual, o banco privilegia quem tem dinheiro aplicado em fundos/CDBs, do que quem tem a mesma quantia em poupança, ao menos para a contagem de pontos para obtenção de descontos na mensalidade. Assim, por exemplo, para obter isenção total da tarifa de manutenção de conta-corrente, o cliente que investe em poupança deve ter R$ 60 mil, mas, para o cliente que investe em CDB, bastam R$ 52,5 mil para obter os 150 pontos e, consequentemente, a isenção de 100% da tarifa de manutenção de conta-corrente. E, em ambos os casos, eles ainda podem somar pontos pelo tempo de relacionamento, recebimento de salário, uso de Internet etc para fins de obtenção de isenção/redução da tarifa de manutenção. A partir de outubro não só o uso desses serviços não será pontuado, como também não haverá possibilidade de converter metade desses pontos do programa de relacionamento para o programa do cartão, e que era justamente um dos diferenciais do BB em relação à concorrência. EDITADO: os 150 pontos são para clientes pessoa física Estilo e Private. Para os demais, bastam 100 pontos, conforme link postado pelo leitor Luiz Antonio, a quem agradecemos a correção!

As regras ainda não estão muito claras, e é preciso que o banco seja mais transparente na nova política de pontuação para obtenção de benefícios. Se as regras não forem esclarecidas a contento, haverá muita gente reclamando da postura do banco – ao menos das pessoas realmente preocupadas com a questão do pagamento de tarifas bancárias.

Alternativas para não pagar tarifas bancárias no BB: Pacote de Serviços Essenciais e Conta Digital

Cada pessoa deve buscar o pacote de serviços mais adequado às suas necessidades, tendo em vista o volume de serviços que usa do seu respectivo banco. Felizmente, o sistema financeiro está ampliando o leque de opções, e, aos poucos, está oferecendo mais alternativas aos consumidores. Para quem não usa tanto assim os serviços bancários do BB, duas opções viáveis são usar uma Conta de Serviços Essenciais, que contempla uma quantidade básica de serviços a custo zero, ou aderir a um pacote de conta digital, que tem como um de seus principais atrativos, assim como a iConta do Itaú, isenção de tarifas em todas as transações realizadas por meios eletrônicos (Internet, Terminal de Autoatendimento e Celular), inclusive no DOC/TED, conforme consta na página do BB na Internet:

“A conta corrente com o Pacote de Serviços Conta Digital tem a movimentação isenta de qualquer tarifa, desde que todas as transações sejam realizadas por meios eletrônicos. Você pode realizar qualquer uma das mais de 280 transações disponíveis na Internet, nos mais de 40 mil Terminais de Autoatrendimento e no celular quantas vezes quiser, sem pagar nada por isso.

Os limites de crédito (conta especial, cartão de crédito, empréstimos e financiamentos) serão liberados normalmente, de acordo com sua análise de crédito.

Apenas serão cobradas tarifas de transações realizadas no atendimento pessoal, de acordo com as tabelas de tarifas vigentes” (destaquei).

Observe que, se você precisar de serviços em que haja necessidade de intermediação de um gerente, terá que pagar por isso (vou repetir: você terá que pagar se quiser ser atendido por um gerente. Capisce?). Avalie bem suas necessidades antes de contratar qualquer tipo de conta-corrente!

O Jônatas do blog Efetividade escreveu um ótimo artigo a respeito: C/C Digital do BB. Taxa ZERO inclusive no DOC/TED.

Seja qual for o seu perfil, só pague por aquilo que realmente precise. Não adianta solicitar a adesão a um pacote de serviços mais completo se você não tirar proveito da gama maior de serviços que ele oferece (uma vez que você estará pagando a mais por algo que não irá usar), da mesma forma que é um erro solicitar um pacote mais básico se o seu uso dos serviços bancários não for básico (uma vez que, nesse caso, você estará pagando a mais por algo que poderia estar economizando se estivesse aderindo a um pacote mais completo).

Para cada tipo de serviço, há um produto específico. Encontre o seu. 😉

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

33 Responses to Banco do Brasil (BB) muda para pior programa de relacionamento… versão 2011 :-(

  1. Gustavo 14 de setembro de 2011 at 21:23 #

    Ótimo post Guilherme, e rápido no gatilho! Saiu a novidade, já tem artigo aqui seu! Parabéns!!

  2. Andréia 15 de setembro de 2011 at 7:36 #

    E o pior é que a conversão dos pontos do Ourocard para programas de milhas aéreas também não funciona. Há mais de uma semana tenho ligado para a Central de Atendimento requerendo a troca de pontos e as atendentes dizem que “o sistema está fora do ar para esta função” e que eu “tenho que ligar novamente e falar com outro atendente para ver se o sistema dele está funcionando”. Simplesmente resolvi parar de utilizar os cartões do BB pois os benefícios que eles nos oferecem, no momento do resgate eles nos negam.

  3. Rafael Ribeiro Rocha 15 de setembro de 2011 at 10:45 #

    Tenho pensado em trocar para a conta digital, alguém sabe quais os valores que se pagam caso seja preciso um atendimento pelo gerente?

  4. Luiz Antonio 15 de setembro de 2011 at 12:22 #

    Guilherme,

    não seria 101, e não 150, a pontuação mínima para se obter isenção da tarifa dos pacotes de serviços?

    Veja em Home > Você > Ponto pra Você e Promoções > Benefícios.
    (http://www.bb.com.br/portalbb/page3,116,3986,1,1,1,1.bb?codigoNoticia=4734&codigoMenu=11287&codigoRet=8100&bread=1_2)

  5. Thiago 15 de setembro de 2011 at 14:02 #

    Tô ligando agora para o gerente da minha conta mudar minha cesta para a conta digital, o que uso do banco, e muito raramente diga-se de passagem, é o saque e a emissão de umas 6 folhas de cheque ao ano…

  6. Diogo 15 de setembro de 2011 at 14:56 #

    Esta conta digital como funciona? Qualquer um pode aderir? E se eu ligar para o meu gerente aumentar o limite do cartão de crédito ou limite de pagamento, como fica a cobrança deste serviço?

  7. GUSTAVO 15 de setembro de 2011 at 15:55 #

    Eu abri uma conta DIGITAL no BB, depois de ler as indicações aqui do Guilherme, que remeteu ao artigo do Jônatas citado acima…

    Essa vai ser o único tipo de conta que terei com esse Banco, com o qual nunca simpatizei. Apenas para usar, principalmente, para docs/Teds para pessoas que tem conta no próprio BB, economizando com tarifas de docs e teds nos bancos em que mantenho minha conta principal.

    Cabe dizer que, em regra, esses investimentos disponibilizados pelo BB tem péssimos rendimentos, não valendo a pena investir no BB apenas para ganhar pontos. Muito melhor procurar opçoes de investimentos em corretoras e/ou bancos independentes, como a Geração Futuro.

  8. Janssen 15 de setembro de 2011 at 16:14 #

    Muito bom o Blog. Há tempos que acompanho, mas nunca tinha participado. Sobre o BB, sou cliente e também não gostei dessa mudança. Sobre como irá ficar o programa de pontos para contas Estilo, olhei no site e a situação é a mesma que vc descreveu. Pode conferir em:

    http://www.bb.com.br/portalbb/page251,114,2790,6,1,1,1.bb?codigoNoticia=26735&codigoMenu=11343&codigoRet=15605&bread=1_6

    • Janssen 15 de setembro de 2011 at 16:16 #

      Essa página é do Estilo, mas lá embaixo tem a mesma observação:”exceto para clientes Estilo e Private.”

  9. Guilherme 15 de setembro de 2011 at 22:16 #

    Gustavo, obrigado!

    Andréia, essa postura do BB é lamentável. Torço por mudanças efetivas.

    Rafael, não sei. Vamos ver se alguém aqui sabe e informa o valor.

    Luiz Antonio, conferi o link que você postou. Na verdade, há dois sistemas de pontuação:
    1) Clientes pessoa física exceto Private e Estilo: a pontuação segue o link que você mencionou;
    2) Clientes pessoa física Private e Estilo: a pontuação segue a tabela informada no link: http://www.bb.com.br/portalbb/page3,114,5517,6,1,1,1.bb?codigoNoticia=24594&codigoMenu=11343&codigoRet=8109&bread=1_2

    Vou fazer a correção no artigo, obrigado!

    Thiago, é isso aí, como vc usa pouco, a Conta Digital se encaixa no seu perfil.

    GUSTAVO, concordo. Aliás, os investimentos dos bancos em geral são muito caros e pouco rentáveis.

    Janssen, obrigado pela participação e pelo link!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  10. Janssen 16 de setembro de 2011 at 9:56 #

    Aproveitanto que o assunto é o BB. Tenho uma dúvida, por que os fundos de renda fixa – índices do BB variam tanto? É pq são baseados em NTB com vencimentos longos?

    Ex:
    http://www21.bb.com.br/portalbb/fundosInvestimento/GF07,902,10340,10340,1,0.bbx?fundo=33

    Esse fundo no mês de agosto/2011, teve rendimento de mais de 5%. Sendo que em junho e julho se não me engano foi negativo. O que vcs dizem desse tipo de fundo?

  11. Anderson 16 de setembro de 2011 at 10:38 #

    O investimento em Tesouro direto não conta para o programa , correto ?

  12. Guilherme 16 de setembro de 2011 at 19:17 #

    Janssen, a volatlidade desses fundos é maior exatamente pela razão apontada por você: concentração em NTN-Bs com vencimentos longos. Se for para investir nessas notas, é melhor fazê-las diretamente no Tesouro Direto, devido à enorme economia com taxas de custódia/administração.

    Anderson, correto, não conta. Até onde eu sei, o único programa de relacionamento em que investimentos no Tesouro Direto contam pontos para benefícios de redução da mensalidade da conta-corrente é o HSBC.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  13. Dileao 17 de setembro de 2011 at 2:05 #

    Seguindo a logica do padrao 100/150 pontos, pode ter certeza que vem coisa ruim por ai, pois a ressalva “exceto para clientes estilo e private” provavelmente vai significar exigencias ainda mais restritivas (e dificeis de alcançar). Numa analise mais ampla, essa espinafrada do BB em seus clientes pode ser lida como o primeiro passo no sentido de recuperar o lucro perdido com o veto do BC as dezenas de taxas que eles cobraravam nos cartoes de credito. Nao tenho bola de cristal, mas acho que mais noticias ruins virao, e nao me surpreenderia se uma das proximas fosse um maxi-aumento no valor das anuidades dos cartoes…

  14. Guilherme 17 de setembro de 2011 at 17:34 #

    Dileão, pois é, também acredito que as mudanças serão ainda mais negativas para quem for desses segmentos (Estilo/Private). Como o Itaú Personnalité reajustou recentemente o saldo mínimo de investimentos para isenção de tarifas (de R$ 60k para R$ 100k), acredito que o mesmo tipo de mudança possa estar em curso para o BB Estilo…

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  15. Cil 18 de setembro de 2011 at 15:51 #

    Nenhuma novidade vinda do BB. No mais, no momento em que me for dado o direito de receber o meu salário onde eu quiser, até no Zé da Frutaria da Esquina, fecho minha conta por lá. A lógica é simples: pagar o mesmo que se paga em outros bancos, perder benefícios ou tê-los atrelados a condições inalcançáveis, e ainda ficar horas na fila ou na sala do gerente esperando pra ser atendido… tô fora. E meu gerente ainda me ligou oferecendo a portabilidade do meu financiamento do Itaú para o BB. Nem sob tortura! Ehehehehe

  16. Eduardo 18 de setembro de 2011 at 21:22 #

    Um saco isso. Estou aguardando cenas do próximo capítulo. Sou private no BB, uma luta pra isenção da anuidade do infinite/black, tenho uma grana no fundo DI Private LP que cobra ~0,2%, rende bem e me isenta da tarifa de R$ 39. Agora vai mudar. Repito: um saco isso!

  17. Guilherme 21 de setembro de 2011 at 6:08 #

    Então, Eduardo, acompanhamos sua saga para conseguir a isenção da anuidade, vamos aguardar a nova política de tarifação do banco, qualquer novidade, vou postando aqui…

  18. Breno 30 de outubro de 2011 at 21:37 #

    Gostaria de saber se alguém que fez o PACOTE CONTA DIGITAL DO BANCO DO BRASIL e NEGOCIOU AÇÕES conseguiu a ISENÇÃO das tarifas de CORRETAGEM (R$ 20,00 por ordem negociada) e de CUSTÓDIA (R$ 9,00 mensais).

  19. Guilherme 4 de novembro de 2011 at 9:20 #

    Breno, a isenção dessas tarifas me parece que não faz parte do pacote conta digital.

  20. Breno 4 de novembro de 2011 at 13:28 #

    Guilherme,

    Acho que o Banco do Brasil tem a obrigação de isentar todas as tarifas, pois olha o que ele propõe:

    “A conta corrente com o Pacote de Serviços Conta Digital tem a movimentação isenta de qualquer tarifa, desde que todas as transações sejam realizadas por meios eletrônicos. Você pode realizar qualquer uma das mais de 280 transações disponíveis na Internet, nos mais de 40 mil Terminais de Autoatrendimento e no celular quantas vezes quiser, sem pagar nada por isso”

    Acesse o link:
    http://www.bb.com.br/portalbb/page3,116,2045,1,1,1,1.bb?codigoNoticia=29510&codigoMenu=164&codigoRet=14719&bread=4_1

  21. Guilherme 12 de novembro de 2011 at 14:22 #

    Breno, o argumento que o BB possivelmente levantaria seria o fato de que as tarifas de corretagem e de custódia fariam parte dos serviços da corretora, e não do banco…

  22. Alexandre 15 de novembro de 2011 at 12:22 #

    Agora a bomba chegou para os segmentos estilo e private.

    http://www.bb.com.br/portalbb/page251,114,2790,6,1,1,1.bb?codigoNoticia=31301&codigoMenu=11343&codigoRet=15605&bread=1_6

    60K para isenção de tarifas.

  23. Ana 7 de dezembro de 2011 at 10:05 #

    Tirei meu extrato de pontos de relacionamento hoje… Deu zero! Isso mesmo, zero!

    DEPOSITO PRAZO 1 CADA R$1.000 SDO. MED. 0
    POUPANCA 1 CADA R$1.000 SDO. MED. 0
    FUNDOS INVEST. 1 CADA R$1.000 SDO. MED. 0
    PREVIDE. ABERTA 1 CADA R$1.000 SDO.ACUM. 0

    Antes eu recebia pontuação por receber salário pelo banco, acesso a internet, contratação de serviços por celular, contas em débito automático, montante de empréstimos/financiamentos, anos de relacionamento, etc… agora nada disso parece ter valor para o banco, e , como há 2 meses precisei fazer uma retirada da poupança (antes era 1 ponto a cada $500) nem uns míseros pontinhos de poupança eu tenho. Zero, zero! Sou uma cliente nota zero para o Banco do Brasil. Quem vê até pensa… os lucros que já proporcionei a este banco em 10 anos de relacionamento… vou te contar…

  24. Guilherme 7 de dezembro de 2011 at 14:52 #

    Ana, o BB está conseguindo decepcionar cada vez mais seus clientes. Saudades dos “bons tempos” em que havia valorização do relacionamento…

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique 24 de fevereiro de 2012 at 8:59 #

      Vi no site do BB que a tabela foi alterada mais uma vez( pelo menos só vi agora).
      Para se obter 100% de isenção de tarifas segundo o Poste era de R$40.000, depois passou a 60.000 e agora tem que se ter investimentos de R$80.000 a R$99.999.
      É, parece piada!

  25. Guilherme 25 de fevereiro de 2012 at 18:07 #

    Henrique, acabei de ver na página do BB Estilo, e continuam exigindo os R$ 60k para a isenção. Tens o link para que eu possa analisar? 🙂

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  26. Lorena 29 de abril de 2016 at 17:18 #

    Nesse site pode conseguir mais descontos exclusivos para esse e outros produtos, encontrei ele há pouco tempo http://ciadosdescontos.com/

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes