Comentários à matéria de capa da revista Veja: “Falar e escrever bem: rumo à vitória”

Há algum tempo atrás (redundância: se foi há algum tempo, não precisa escrever “atrás”, essa é uma das dicas que estão na matéria), fizemos comentários sobre uma reportagem de capa da revista Veja, intitulado “O milionário mora ao lado”, que tratava do segmento ascendente de milionários brasileiros que empreendiam negócios próprios.

Hoje, vamos fazer um novo comentário sobre outra matéria de capa da revista, que saiu essa semana, que trata da importância de falar e escrever bem.

Com o sugestivo subtítulo: “expressar-se com clareza e elegância é essencial para avançar na vida. A boa notícia é que há mais ferramentas para o aprendizado”, a reportagem pega carona no baixo nível do uso do português no primeiro debate presidencial, ocorrido semana passada, para demonstrar que falar e escrever bem são essenciais para ter êxito, seja na vida pessoal, seja na vida profissional.

Discorrendo sobre lançamentos de algumas novas obras destinadas ao público que deseja aprimorar sua expressão verbal, como o Dicionário Analógico da Língua Portuguesa, e o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, a matéria ainda traça um panorama do atual uso da língua portuguesa, como a incorporação de palavras estrangeiras, e alguns modismos linguísticos, como o “gerundismo”, verbos terminados em “izar” (obstaculizar, protocolizar) etc.

Contém, ainda, 10 erros de português que “acabam com qualquer entrevista de emprego” (exemplos: “agora, já fazem cinco anos que trabalho na área”, o correto é dizer “faz cinco anos”, “ela estava meia ameaçada de falência, o correto é “meio”, e assim por diante), bem como algumas outras expressões que devem ser evitadas (exemplos: “eu, enquanto pessoa humana”, se é pessoa, só pode ser humana; “essa questão deverá ser tratada a nível de diretoria”, o erro é usar a expressão “a nível de”).

No final das contas, para se expressar com elegância, a reportagem chega à mesma conclusão que eu já suspeitava:

“Ser simples é ser elegante”.

E, para se expressar com clareza, é indispensável a prática deliberada. Ler, ler e ler. Como nos incentiva Luzia de Maria, no livro Clube do livro: ser leitor, que diferença faz?, resenhado em duas partes (aqui e aqui), é preciso tomar gosto pela leitura. Ter conteúdo para dizer é requisito indispensável não só para criar um círculo social em que você possa influenciar, mas também um círculo profissional para conquistar posições cada vez melhores.

Por isso, é com satisfação que temos aqui no blog resenhas como o livro da Dad Squarisi e Arlete Salvador, e também recomendamos a nossos leitores que nos avisem de eventuais erros de português. As palavras são os veículos de manifestação de nosso pensamento, e elas têm poder tanto para construir quanto para destruir, conforme registramos em outro artigo.

Portanto, capriche no uso do idioma. Ele é sua ferramenta básica de comunicação, e é com ele que você dialoga com o mundo. Busque sempre o aperfeiçoamento no uso da língua portuguesa. Quanto mais clareza e elegância você conseguir se expressar, maiores degraus você subirá em sua vida. 😉

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

,

8 Responses to Comentários à matéria de capa da revista Veja: “Falar e escrever bem: rumo à vitória”

  1. Jônatas 9 de agosto de 2010 at 8:29 #

    Belo artigo para começar a semana Guilherme. De forma indireta tem haver com o meu texto de hoje no Efetividade.
    Boa semana!
    Fica com Deus.
    Abraço.

  2. Cristiano 9 de agosto de 2010 at 16:23 #

    “Portanto, capriche no uso do idioma. Ela é sua ferramenta básica de comunicação, e é com ela que você dialoga com o mundo.”

    “o idioma”: masculino. Portanto, *Ele* é sua ferramenta…, e é com *ele* que…

    🙂

  3. Guilherme 15 de agosto de 2010 at 9:45 #

    Jônatas, obrigado!

    Cristiano, correção realizada. 😀

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  4. Sandra Chaves de Farias 17 de agosto de 2010 at 21:24 #

    Ando abismada com os elogios que tenho lido a respeito da reportagem Falar e Escrever…” . O maior erro não está nos candidatos ,mas nos autores da reportagem ao criticarem ironicamente, chamar de “modismo” o uso corretíssimo que fez a candidata Dilma Rousseff do feminino de presidente: presidenta.
    Para criticar é preciso antes de mais nada SABER . A falta é gravíssima por se tratar de uma reportagem sobre o bom uso da língua

  5. Vânia 25 de agosto de 2010 at 9:05 #

    Pela primeira vez na vida, não tenho vontade de votar em nenhum candidato.
    Fico muito triste com que estão fazendo com nosso país.
    Indignada com horário eleitoral. Um circo!

  6. Rosana 16 de fevereiro de 2014 at 7:20 #

    Gostei da frase : “ser simples é ser elegante.”
    No mundo atual abarrotado de excessos, ser simples e frugal são grandes virtudes que uma pessoa pode ter. Ainda não são qualidades muito valorizadas, mas acredito que não demorará muito e a mentalidade das novas gerações mudará nesse sentido pois o mundo está se tornando insustentável com tanto excesso em relação a tudo.

    Brasileiro não gosta de ler, prefere ver tv. Por isso é um dos povos que pior escreve. Nas placas de lojas, muitas vezes existem erros graves e que têm piorado com o passar dos anos.

    “recomendamos a nossos leitores que nos avisem de eventuais erros de português.”
    Pode deixar que te avisarei, e digo o mesmo em relação ao meu blog ou aos meus comentários.

    Abraços,
    Rosana

    • Guilherme 16 de fevereiro de 2014 at 14:18 #

      “Brasileiro não gosta de ler, prefere ver tv. Por isso é um dos povos que pior escreve.”

      Perfeito, Rosana! O resultado da falta de qualidade da escrita do brasileiro médio acaba sendo dificuldades de comunicação, que acaba potencializando a geração de desentendimentos e conflitos pela simples falta de clareza em se expressar!

      Logo, quem domina bem a arte de escrever acaba já saindo com uma vantagem competitiva inegável, além de se relacionar melhor, claro!

      Obrigado pelas dicas Rosana, e pode deixar que farei o mesmo em relação ao seu blog, e comentários!

      Abç

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes