Buscadores de preços: encontrando as melhores ofertas de compras na Web

Quem faz compras na Internet sabe que procurar a loja que oferece o menor preço é uma medida quase obrigatória. No entanto, ir de site em site digitando o nome do produto desejado pode levar a um gasto desnecessário de tempo. Para isso, uma das melhores alternativas sem dúvida é o uso de sites de buscas de preços.

Funciona assim: você entra na página do mecanismo de busca, digita o nome do produto que quer comprar, e o site automaticamente faz uma pesquisa em seu banco de dados com todas as lojas cadastradas em seu sistema, e os resultados aparecem na página seguinte. Ou seja, você tem, em uma única tela, o preço do mesmo produto cotado em diferentes lojas online.

Os três buscadores que mais utilizo são o Bondfaro, o Buscapé e o Jacotei. Desses três, o que mais utilizo é o Bondfaro, que já me proporcionou ótimas economias, além de conhecer novas lojas que, anteriormente, não conhecia.

Cuidados

Porém, algumas observações básicas se fazem necessárias antes de você comprar na loja encontrada por um desses mecanismos de buscas. A primeira, e talvez uma das mais importantes, reside no fato de que só aparecem nos sistemas desses buscadores lojas que estão previamente cadastradas neles, o que limita (um pouco) a pesquisa. É claro que as grandes redes de varejo estão lá cadastradas, porém, algumas lojas especializadas podem não aparecer. Se você quiser ter uma noção mais ampla da disponibilidade do produto para vendas, faça o que eu costumo fazer: jogue o nome do produto no Google que provavelmente conseguirá encontrar alguma loja online não detectada pelo sistema dos mecanismos de buscas de preços.

Agora, suponhamos que você tenha encontrado o preço mais barato, do livro ou do eletrônico, numa loja online da qual nunca havia ouvido falar antes. O que fazer?

Recomendo fazer uma pesquisa no site Reclame Aqui, onde consumidores expõem suas reclamações, e onde você tem acesso a inúmeros dados sobre qualidade de atendimento das empresas listadas, com direito a até ranking das melhores empresas.

Muito bem, e qual seria o próximo passo?

Olha, inicialmente, antes de comprar qualquer coisa lá, pergunte por email e por telefone diretamente para loja questões referentes a problemas que outros consumidores vivenciaram em suas experiências de compras com a loja, partindo das informações extraídas do site Reclame Aqui.

Seja direto ao ponto: fale o que você quer comprar, que achou o preço interessante, mas tem medo de o produto não ser enviado dentro do prazo e/ou sem nota fiscal etc. Guarde as respostas por email, e analise-as. Se elas inspirarem confiança, será um indício de que a loja se comprometerá a fazer aquilo que prometer. Se não tiver confiança, procure o produto em outra loja. É o que eu faria.

Frete

O frete é um item fundamental na hora de fazer compras na Internet. Isso porque o custo do frete pode fazer com que o custo total da compra (produto + preço) acabe saindo mais caro que a compra numa loja que, embora ofereça um preço um pouco maior, tenha o preço do frete menor – ou até grátis, como costuma ocorrer em algumas grandes redes de varejo, como Saraiva, Submarino etc., sob determinadas condições (por exemplo, frete grátis para compras acima de “x” reais).

Logo, como os sites das lojas online possibilitam fazer simulações das compras, faça um levantamento do custo final da compra incluindo o valor do frete.

Isso é tanto mais importante na medida em que os sites que fazem pesquisas de preços fornecem apenas o preço do produto, sem levar em conta o valor do frete.

Consuma com consciência

Por último, vale a pena frisar uma velha mas atualíssima regra: consuma com consciência, não compre por impulso, não compre pagando com parcelas a perder de vista, não compre coisas desnecessárias, avalie bem se o produto que você pensa em comprar lhe será útil. Fazer compras sim, mas com consciência, equilíbrio e sem onerar as despesas domésticas, nem interferir negativamente em seus planos de investimentos.

Boas compras! 😀

É isto aí!

Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

17 Responses to Buscadores de preços: encontrando as melhores ofertas de compras na Web

  1. Henrique Carvalho 6 de agosto de 2009 at 23:55 #

    Muito bom Hotmar!

    O texto está muito bem organizado.

    Não tinha conhecimento do site: Reclame Aqui

    Bem organizado e com uma proposta interessante.

    Costumo comprar meus livros pelo Submarino. Como você observou muito bem, o frete grátis a partir de um certo valor ajuda muito nos custos. Ainda é possível cadastrar seu e-mail com eles e receber descontos diretamente no e-mail. Fora que na maioria das vezes o preço é muito bom.

    Vejo os livros como um investimento, então sempre reservo uma parcela da minha renda mensal para conhecimento.

    Afinal, “o investimento em conhecimento é o que rende os melhores juros ao longo do tempo.”

    Abraços!

  2. hotmar 7 de agosto de 2009 at 15:02 #

    “…o investimento em conhecimento é o que rende os melhores juros ao longo do tempo.” Sábias palavras!

    O Submarino é ótimo para a compra de livros, apresentando preços muito competitivos até em relação a livrarias especializadas. 😀

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

  3. puiglum 24 de agosto de 2009 at 7:42 #

    Caro Hotmar:

    Parabéns pelo blogue!!

    Entre os buscadores de preços na internet que V. sugere, eu utilizo os três. Porém, no Buscapé, há uma vantagem: ele tem um serviço de alerta, caso o preço que V. busca tenha-se reduzido. Então, faz-se uma inscrição, com um valor sugerido, menor do que o encontrado, claro. Quando o preço chegar àquele patamar, isso pode acontecer em um mês, por exemplo, o Buscapé lhe manda um alerta, para seu conhecimento.

    Parece-me muito interessante esse serviço.

    Saudações,
    puigllum

  4. hotmar 24 de agosto de 2009 at 11:34 #

    puigllum, ótima dica do Buscapé! 😀

    Sem dúvida, se poupa um grande tempo com o uso desse serviço de alerta automatizado.

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

  5. Willy Fog 7 de julho de 2010 at 15:12 #

    Muito interessante o texto.

    Outra dica interessante na compra de livros e outros produtos é o Cartão Saraiva Plus (não é cartão de crédito). Acumulando 750 pontos você ganha um desconto de R$ 15,00 em bônus na sua próxima compra. Cada real gasto em livros você ganha 5 pontos. Quer dizer, você precisa comprar R$ 150,00 reais em livros para ganhar um bônus de R$ 15,00.

    Abcs

  6. Guilherme 7 de julho de 2010 at 18:46 #

    Willy, obrigado pela dica!

    Eu gosto bastante do Saraiva Plus, uma vez que os pontos são computados automaticamente, seja nas compras via Internet, seja nos caixas das lojas, bastando informar o CPF.

    Esse desconto me foi de grande valia na compra do livro “Clube do livro”, da Luzia de Maria.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  7. Willy Fog 14 de julho de 2010 at 15:23 #

    Rapaiz, pensei melhor sobre a compra de livros pela internet e to com um pé atrás com esse negócio.

    Recentemente depois de muito pesquisar os preços fiz uma compra de livros relacionados ao mercado financeiro pelo site do submarino e optei por pagar em 12x pelo CC. Qual não foi a minha surpresa ao abrir a caixa que recebi aqui em casa e deparar com livros do Harry potter e DVDs do Bruce Lee. Não não não é possível, pensei eu, vou cancelar esse troço. E quem diz que é fácil cancelar o tal pedido? Solicitei a devolução dos itens e agora quase 1 mês depois fico sabendo que minha solicitação ainda não foi aceita porque os livros devolvidos não correspondem ao pedido original. Só pode ser brincadeira, pois foi exatamente por isso que solicitei o cancelamento, se tivesse recebido o pedido correto não teria cancelado nada. Algo me diz que isso vai longe ainda.

    Agora queria chamar a atenção para o item 6 do regulamento do cartão Saraiva Plus.

    6 – A compra de produto com desconto corresponderá a 10 pontos por produto adquirido.

    Descobri isso depois de comprar 2 livros no site da saraiva e ter recebido apenas 20 pontos (10 pontos cada livro). Se tivesse recebido 5 pontos a cada 1 real já teria completado os 750 pontos e ganho os R$ 15,00 de bônus. E outra coisa: optei por pagar a vista por debito em conta e hoje depois de 1 semana ainda não recebi os livros. Motivo: verifiquei no status da compra que o entregador veio duas vezes aqui em casa em dias e horários que eu tenho certeza absoluta que estava em casa e provavelmente deve ter apertado a campainha errada do meu ap., fato que já aconteceu uma outra vez um tempo atrás e na qual eu so recebi o produto porque o morador do ap que o entregador apertou a campainha estava em casa.

    Rapaiz depois desses ocorridos estou pensando em dizer chega para compras pela net. Fico pensando se realmente vale a pena “gastar tempo” pesquisando os preços de produtos na net, achar o mais em conta, fazer o pedido, correr o risco de não receber o tal produto, depois gastar mais tempo ligando para a loja e cancelar tal produto, ligar de novo, explicar tudo de novo, ligar para a administradora do seu cartão, explicar tudo novamente, esperar mais um mês………….aff. Enfim um stress total, stress esse que seria evitado se tivesse comprado tal produto na loja sem pesquisar muito. Provavelmente teria pago um valor maior pelo produto, mas essa diferença no preço é justamente o preço de não ter que perder tempo e se stressar e poder contar com mais tempo para fazer as coisas que você realmente precisa fazer.

    Me desculpe se meu comentário fugiu um pouco do tema e se foi um pouco extenso, ainda to com o sangue fervendo aqui nas veias.

    Grande abraço.

  8. puigllum 14 de julho de 2010 at 15:53 #

    Caro Willy:

    Faço, com muita frequência, compras pela internet, e, felizmente, nunca tive a experiência que você nos relata, principalmente num sítio como o do Submarino, que tem uma política inigualável de respeito e comprometimento com os direitos seus clientes.

    A cada vez que concluo um pedido, eles sempre enviam ao meu endereço eletrônico uma confirmação do pedido, na qual se discriminam todos os itens constantes daquela compra, para o meu controle. Eles fizeram assim com você?

    Uma vez, tive um problema com uma compra, falei com o setor responsável, o qual me passou um código para retorno da mercadoria pelo correio, sem nenhum custo, procedimento que eu não sabia que existia. Então, cheguei no balcão do correio, com o objeto em sua embalagem original, e constatei que realmente eu tinha direito de remeter tal encomenda, sem nenhum ônus, passando aquele código para a atendente. Quatro dias depois, recebi do mesmo Submarino o produto em questão, conforme a minha pretensão inicial, tudo perfeitamente de acordo com as regras estabelecidos.

    Acho muito estranho o que você nos relata, fato que não é usual numa empresa como essa.

    Faço votos de que você consiga resolver amigavelmente essa questão.

    Saudações,

    puigllum

  9. Guilherme 14 de julho de 2010 at 21:32 #

    Willy, faço minhas as palavras do puigllum. É lamentável que o Submarino tenha tido essa atitude em relação às suas compras. Eu, a exemplo do puigllum, não tive problemas com minhas compras por lá.

    Recomendo a você que tente mais uma vez fazer uma reclamação ao Submarino, por escrito, via email, com todo o histórico do envio equivocado da encomenda.

    Caso, mesmo assim, não haja resposta, sugiro que faça uma reclamação no site Reclame Aqui.

    Esperamos e torcemos pela solução do problema.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  10. Willy Fog 15 de julho de 2010 at 9:54 #

    Pois é colegas, parece que eu tive azar com minhas compras no submarino, pois geralmente vejo as pessoas fazendo bons comentários para com esta empresa, acho que o meu caso foi um ponto fora da curva.

    Acredito no comprometimento que o Submarino tem com os seus clientes e espero que meu problema seja resolvido logo.

    Grande abraço.

  11. Guilherme 18 de julho de 2010 at 8:55 #

    Atualizando os comentários da semana…

    Willy, espero que dê tudo certo no seu caso do Submarino!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  12. Diego 17 de março de 2016 at 0:34 #

    Bom site. Grato.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Valores Reais » Controlando os impulsos de consumo na prática: como economizei + de 40% (R$ 30,84) usando a força do pensamento - 20 de fevereiro de 2010

    […] em casa, usei os habituais mecanismos de comparação de preços, e logo fiz a primeira descoberta: o tal livro que encontrei na livraria sendo vendido a R$ 56,50 […]

  2. Valores Reais » Resenha: O clube do livro: ser leitor – que diferença faz? de Luzia de Maria – Parte I: Introdução, Capítulos 1 e 2 - 24 de abril de 2010

    […] da Laselva, buscar os jornais e revistas que costumo comprar: Valor Econômico, Você S.A. etc. Livros eu dificilmente compro nas livrarias sem antes fazer uma pesquisa na Internet, embora um dos melhores livros que eu tenha lido, até hoje, seja oriundo de uma livraria de […]

  3. Valores Reais » Resenha: Felicidade autêntica, de Martin Seligman - 23 de maio de 2010

    […] nessas diferentes obras é Aprenda a ser otimista, resenhado recentemente. Bem, usando os mecanismos de comparação de preços disponíveis na Web, e aproveitando as promoções de um cartão de crédito, fui à caça desse exemplar, o qual, […]

  4. Valores Reais » 8 maneiras de você acumular milhas/pontos sem uso de cartão de crédito ou pagamento de contas na fatura do cartão - 26 de junho de 2010

    […] feitas acima: não comprem produtos apenas para ganhar milhas/pontos. Façam uma pesquisa usando buscadores de preços, a fim de verificar onde se encontram os produtos mais […]

  5. Valores Reais » [Lembrete] Qual é a função do dinheiro mesmo? - 17 de agosto de 2010

    […] conseguindo reorganizar suas finanças. Poupa 10% do que ganha, compra somente após fazer pesquisa de preços, e até se dá ao luxo de levar uma vida mais frugal (quem diria que frugalidade viraria sinônimo […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes