Jovens devem concentrar suas aplicações em investimento de risco? Nem sempre

Jovens nem sempre devem concentrar suas aplicações em investimentos de risco. Essa idéia precisa ser bem assimilada sobretudo para aquelas pessoas que têm compromissos cujas custos sejam certos ou próximos de serem realizados.

É comum ler, seja em revistas ou livros sobre finanças pessoais, ou ainda em artigos na Internet, que os investimentos de risco, que apresentam maior potencial de retorno, devem ser aproveitados para quem tem horizonte de longo prazo de aplicação. E o público-alvo que costuma ser citado são as pessoas na fase de início de sua carreira de investidores. Não se nega a verdade e a correção dessa afirmação: de fato, a aplicação em Bolsa de Valores costuma bater os investimentos em renda fixa num horizonte de 5, 10, 15, 20 ou mais anos de aplicação. As estatísticas estão aí para comprovar essa afirmação.

No entanto, tome cuidado se aquilo que todo mundo diz se aplica a você, jovem investidor.

Se você tem compromissos certos ou próximos de serem materializados (como a aprovação em um teste seletivo de MBA no exterior ou em concurso público), que exigem o gasto de boas reservas financeiras, não é aconselhável – e tampouco prudente – concentrar a maior parte de seus investimentos em aplicações de risco. Por exemplo: se você pretende se casar daqui a um ou dois anos, é de bom grado manter suas reservas financeiras em aplicações mais conservadoras, pois você irá precisar do dinheiro para custear os gastos com a cerimônia religiosa, a festa, os preparativos e a lua-de-mel, dentre outros itens que envolvem a celebração de um casamento.

Da mesma forma, se você pensa em abrir um negócio próprio, não assuma riscos desnecessários investindo em uma aplicação que poderá fazer você perder dinheiro. Afinal, ele será necessário para dar início ao empreendimento: compra ou aluguel de maquinário, contratação de pessoas, realização e viabilização de projetos comerciais etc.

Se estiver prestando concurso público para concorrer a uma vaga que seja em uma outra cidade, guarde o dinheiro para a mudança, pois será necessário comprar – ou transferir – móveis, alugar uma nova casa ou apartamento etc.

Se você é jovem e pretende continuar investindo em sua qualificação profissional ou pessoal, além de meus parabéns, pois investir na qualificação é uma das medidas mais sábias de inteligência financeira, conforme ressaltamos em um outro artigo, guarde o dinheiro pois ele será necessário para custear as mensalidades, a compra de livros, o pagamento do transporte etc.

Se a pessoa tem dependentes e seu trabalho é a fonte de sustento da família, é bom pensar na segurança de sua família, ela estará protegida em caso de uma fatalidade, como morte ou invalidez permanente total ou parcial?

Em resumo, jovens também podem ter compromissos que tornem desaconselhável a concentração de seus investimentos em aplicações de risco. Veja que não estou falando em não investir em aplicações de risco, mas sim em não concentrar a maioria dos investimentos em aplicações de risco, pois as reservas financeiras serão necessárias para outros objetivos cujo custeio depende dessa fonte de renda armazenada em seus portfólios.

Enfim, antes de colocar em prática uma regra que parece ser consenso geral, avalie se sua situação pessoal se enquadra dentro dessa regra. Bons investimentos!

É isto aí!

Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

4 Responses to Jovens devem concentrar suas aplicações em investimento de risco? Nem sempre

  1. Investidor de Risco 24 de maio de 2012 at 21:27 #

    Muito boa esta… Tenho um amigo que tem me pedido “dicas” de ações para investir e ganhar dinheiro rapidamente… obviamente eu não dou as “dicas”… as vezes uma indicação ou outra, mas sempre alertando pelos riscos que ele corre… mas ultimamente minhas “dicas” são unicamente tesouro direto… por que? o cara vai se casar em 8 meses e precisará do dinheiro neste prazo… ainda assim ele quer por que quer arriscar no mercado de ações… vai entender…

    • Guilherme 27 de maio de 2012 at 8:52 #

      Você tem total razão, IR! Com casamento marcado, deve-se evitar a exposição excessiva a investimentos de risco.

  2. Lygia mululo 16 de setembro de 2015 at 14:58 #

    Guilherme,boa tarde,estou aqui novamente, recebi email da empresa que administra meu investimento,a easyinvest, sobre aplicação em acoes, gostaria de ter sua orientação e sua indicação sobre se devo investir em acoes, quais acoes comprar, qual o valor em dinheiro preciso para adquirir acoes se for no caso bom investimento no momento,
    Nunca investi em acoes,alias o investimento que fiz foi com sua orientação,comprei letras do tesouro e agradeco muito a ajuda!! Aguardo esta nova orientação,gostaria que me orientasse detalhadamente pois como sabe sou invetidora tradicional,mais estou me interessando por acoes se no momento valer a pena.
    Grande abraco

Trackbacks/Pingbacks

  1. Seu dinheiro - 23 de junho de 2009

    Jovens nem sempre devem concentrar suas aplicações em investimentos de risco. http://migre.me/2Ixx

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes